Lista de comandos do prompt do Windows

Comandos do Prompt do Windows

O Prompt de Comando do Windows (CMD.EXE) fornece acesso a muitas dezenas de comandos e utilitários, extremamente úteis para realizar configurações diversas no sistema, além de realizar diagnóstico de problemas e tarefas de manutenção diversas, como desfragmentação de discos, backup e cópia de arquivos, visualização de informações e muito mais.

Neste artigo vamos listar diversos comandos internos do prompt, além de acrescentar utilitários e comandos externos diversos que são executados no prompt de comando do Windows.

Porém, antes de listar os comandos, vejamos como abrir o prompt em modo de Administrador e como executar comandos múltiplos em sequência, tarefas que são importantes para a execução correta e simplificada de comandos em diversos cenários.

Como abrir o prompt de comando como Administrador

É possível executar o prompt de comando do Windows de duas formas: como usuário comum (padrão) ou como administrador. É importante notar que alguns comandos somente funcionam quando o prompt é executado em modo administrador, devido à necessidade de privilégios especiais para rodá-los.

Para abrir o prompt de comandos como administrador no Windows, siga os seguintes passos:

  1. Clique na caixa de Pesquisa do Windows e digite cmd
  2. No menu de resultados que aparecerá, clique em Prompt De Comando com o botão direito do mouse e então escolha a opção “Executar como administrador
  3. Será aberta a caixa de diálogo do Controle de Conta de Usuário, com a pergunta “Deseja permitir que este aplicativo faça alterações no seu dispositivo?“. Clique em Sim.
  4. O prompt de comandos será aberto em modo de administrador, o que pode ser conferido olhando na parte superior esquerda da janela, como mostra a figura a seguir:

Abrir prompt de comando do Windows 10 como administrador

Como executar múltiplos comandos em sequência no prompt

É possível executar mais de um comando no prompt em sequência, bastando para isso separar os comandos a serem executados com os caracteres &&. Desta forma, os comandos serão executados automaticamente em sequência, e você não precisará esperar o final da execução de um comando para digitar e executar o próximo.

Por exemplo, para executar sequencialmente os comandos cd C:/Users e dir, basta digitar:

cd C:/Users && dir

Como executar comandos em sequência no prompt de comando do Windows 10

Você pode executar quantos comandos forem necessários dessa forma, bastando separar cada comando completo do próximo com &&.

Lista de Utilitários e Comandos do Prompt do Windows

A seguir trazemos uma lista dos principais comandos do prompt do Windows, além de incluir alguns utilitários e comandos externos muito úteis que também são executados via cmd. Os comandos no Windows não diferenciam maiúsculas de minúsculas (não são case-sensitive), e aqui são mostrados em maiúsculas apenas para facilitar a leitura do artigo.

ARP – Permite exibir ou modificar as tabelas de conversão de endereços IP para endereços físicos (MAC Address), usadas pelo protocolo ARP.

ASSOC – Exibe ou permite modificar associações de extensões dos arquivos.

ATTRIB – Comando que permite mostrar ou alterar atributos de arquivos, como arquivo somente leitura, de sistema, morto ou arquivo oculto, entre outros.

BCDEDIT – Permite definir propriedades no banco de dados de inicialização do sistema, para controlar o carregamento da inicialização

CACLS – Mostra ou permite alterar as lista de controle de acesso (ACL) de arquivos e pastas. Este comando foi deprecado; use ICACLS em seu lugar.

CALL – Chama um programa em lotes por meio de outro programa (script). Só funciona dentro de um arquivo em lotes.

CD – Permite alterar o diretório atual ou indica o nome do diretório aberto no momento.

CHDIR – Permite alterar o diretório atual ou indica qual o diretório aberto no momento. O mesmo que cd.

CHKNTFS – Comando empregado para mostrar ou configurar a verificação de disco durante o processo de inicialização do Windows.

CIPHER – Comando que mostra ou permite alterar o estado de criptografia de arquivos e pastas em partições NTFS

CLIP – Comando empregado para redirecionar a saída de qualquer comando (usando pipe |) para a área de transferência do Windows – equivale a copiar a saída de um comando, em vez de mostrá-la no console.

CLS – “Clear Screen“. Comando usado para limpar a tela do console. 

COLOR – Com este comando podemos definir as cores padrão do primeiro plano e da tela de fundo do console (no próprio prompt)

COMP – Compara o conteúdo de dois arquivos ou ainda de grupos de arquivos.

COMPACT – Exibe ou altera a compactação de arquivos em partições formatadas como NTFS

CONVERT – Permite converter volumes FAT em NTFS. Note que não é possível converter a unidade atual (em uso)

COPY – Permite copiar arquivos de um diretório para outro.

DATE – Permite visualizar ou alterar a data do sistema.

DEFRAG – Executa uma versão de linha de comandos do utilitário de desfragmentação de arquivos do Windows.

DEL – Permite apagar arquivos.

DELTREE – Comando externo que permite excluir arquivos e diretórios de forma definitiva do sistema

DIR – Mostrar o conteúdo de um diretório (lista de pastas e arquivos).

DISKPART – Mostra ou permite configurar as propriedades das partições de discos (particionar), internos ou removíveis.

DRIVERQUERY – Permite que o administrador exiba uma lista dos drivers de dispositivos que estão instalados no sistema.

ECHO – Exibe mensagens no prompt, ou ainda ativa / desativa o eco de comandos. Muito usado em scripts (arquivos de lote)

ERASE – Permite apagar arquivos. Idem ao del.

EXIT – Comando para sair do prompt de comandos.

FC – Compara o conteúdo de dois arquivos ou ainda de grupos de arquivos, e exibe as diferenças entre eles.

FIND – Procura uma cadeia de caracteres de texto (sequência) em um ou mais arquivos.

FINDSTR – Procura cadeias de caracteres de texto em arquivos.

FOR – O comando for é usado para executar um comando especificado para cada arquivo em um grupo de arquivos, sendo empregado geralmente na programação de arquivos de lotes (scripts)

FORMAT – formata um disco ou partição para que seja utilizada pelo Windows.

FSUTIL – Permite visualizar ou alterar as propriedades do sistema de arquivos.

FTP – O utilitário ftp é usado para transferir arquivos de e para um outro computador, na rede local ou remota, desde que esse computador esteja executando um servidor de FTP.

FTYPE – Comando que permite especificar o programa padrão que irá abrir um tipo de arquivo específico.

GETMAC – Comando que permite exibir os endereços MAC de todas as interfaces de rede em um computador.

HELP – Exibe a ajuda dos comandos em si.

HOSTNAME – Informa o nome do computador.

ICACLS – Mostra ou permite alterar as lista de controle de acesso (ACL) de arquivos e pastas.

IF – Permite realizar processamento condicional em programas em lote (scripts)

IPCONFIG – Mostra todas as configurações atuais de rede TCP/IP da máquina, como endereços IP dos adaptadores de rede ou o servidor DNS configurado, entre outras.

LABEL – Permite consultar, criar ou modificar o rótulo de volume de um disco ou partição.

MD – Permite criar um novo diretório. O mesmo que MKDIR.

MKDIR – Permite criar um novo diretório no sistema de arquivos.

MKLINK – Cria links simbólicos e links físicos (como atalhos para arquivos e pastas)

MORE – Exibe a saída de um comando pausando a cada tela preenchida.

MOVE – Permite mover arquivos de um diretório para outro. Similar a recortar e colar.

PATHPING – Ferramenta destinada a traçar rotas de rede no Windows, combinando funcionalidades dos utilitários ping e tracert, além de exibir informações extras que não são retornadas por esses programas.

PAUSE – Comando usado em arquivos de lote para pausar o processamento do script. Ao ser invocado, uma mensagem “Pressione qualquer tecla para continuar…” é exibida na tela.

PING – Utilitário que permite verificar a conectividade básica TCP/IP da máquina à rede, como por exemplo testar a comunicação entre o computador e a Internet.

POPD – Restaura o valor anterior do diretório atual salvo por PUSHD (remove diretório da pilha)

PRINT – Imprime um arquivo de texto

PUSHD – Salva o diretório atual na pilha e o altera em seguida (entra no diretório)

QUSER – Comando usado para mostrar informações sobre os usuários logados atualmente no sistema, como o horário em que se logaram.

RD – Permite excluir um diretório. O mesmo que RMDIR.

REM – Permite inserir comentários em arquivos de lotes ou ainda no arquivo CONFIG.SYS

REN – renomeia um arquivo ou conjunto de arquivos

RENAME – renomeia um arquivo ou conjunto de arquivos

RMDIR – Permite excluir um diretório do sistema.

ROBOCOPY – Utilitário avançado que permite efetuar a cópia de arquivos e árvores de diretório completas

ROUTE – Comando empregado para manipular as tabelas de roteamento de rede do sistema

RUNAS – Este comando permite executar outro comando usando as credenciais de outro usuário. Muito empregado para executar comandos como administrador.

SC – Mostrar ou configurar o serviços do sistema (processos executados em segundo plano).

SET – Mostra, configura ou remove variáveis de ambiente da sessão atual do prompt.

SHIFT – Altera a posição de parâmetros substituíveis em um arquivo em lotes (script)

SHUTDOWN – Permite desligar, hibernar, fazer logoff ou reiniciar uma máquina de forma apropriada, tanto local quanto remotamente.

START – Abre uma nova janela do prompt (separada) para executar um comando ou programa especificado.

SYSTEMINFO – Mostra propriedades e configurações específicas da máquina, tais como nome do host, versão do Windows, data da instalação do S.O., versão da BIOS, memória RAM disponível, endereços IP e muitas outras informações.

TASKLIST – Mostra todas as tarefas em execução no momento, incluindo serviços, e seus respectivos PIDs (Process Identifiers / Números Identificadores de Processos).

TASKKILL – Encerra processos ou aplicações em execução por meio de seu PID (Process Identifier), como por exemplo um programa travado.

TIME – Permite visualizar ou alterar a hora do sistema.

TIMEOUT – Comando usado geralmente em arquivos de lote ou scripts para fornecer um valor de tempo a ser aguardado durante um procedimento (tempo de espera)

TITLE – Permite definir o título da janela em uma sessão do cmd.exe.

TREE – Exibe a lista de arquivos e pastas em formato de árvore “gráfica”, com os relacionamentos entre os elementos.

TYPE – Permite visualizar o conteúdo de um arquivo de texto diretamente no prompt.

TZUTIL – É o utilitário de Fuso Horário do Windows, usado para mostrar ou configurar o fuso do sistema, além de habilitar ou desabilitar ajustes de horário de verão.

VER – Exibe a versão do Windows.

WHOAMI – Mostra o nome do usuário logado atualmente no sistema, mais o hostname (nome do computador).

XCOPY – Usado para copiar arquivos e árvores de diretórios completas. É uma versão melhorada do comado copy.

É isso aí! Uma opção mais avançada e muito mais poderosa ao uso do prompt de comandos no Windows é o emprego do Windows PowerShell, assunto que abordaremos em nossos próximos tutoriais.

Até mais!

 

Sobre Fábio dos Reis (1358 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

4 Comentários em Lista de comandos do prompt do Windows

  1. Muito boa a lista de comandos do prompt do windows!

  2. Obrigada pela sua preciosa ajuda. Gosto de segui-lo! <3

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*