A Importância das Certificações em Tecnologia

A Importância das Certificações em Tecnologia

Se você é estudante na área de tecnologia, provavelmente já ouviu falar em certificações. Caso já seja profissional da área, talvez já tenha inclusive alguma certificação em seu currículo. Mas, o que é uma certificação, e qual sua importância para profissionais e aspirantes à área de tecnologia da informação?

Vamos responder a essa pergunta neste artigo.

O que é uma Certificação em Tecnologia?

Basicamente, uma certificação é um documento que permite comprovar que um profissional conhece uma determinada tecnologia, produto ou framework, sendo a certificação geralmente emitida pela empresa que desenvolve e mantém a tecnologia em questão (por ex.: Oracle) ou ainda por empresas especializadas em certificações variadas (por ex.: CompTIA).

Desta forma, uma certificação pode ser empregada para demonstrar que um profissional de uma área tecnológica qualquer, como por exemplo Bancos de Dados, conhece realmente um sistema de gerenciamento específico – como o Oracle Database.

Qual a importância de uma Certificação?

No geral, as certificações são importantes por motivos variados, tanto para o empregador quanto para o profissional que a detém. Para o profissional, há o valor agregado ao seu currículo, além do conhecimento que ele irá adquirir durante os estudos realizados para realizar a prova (ou provas) da certificação.

Um profissional certificado tem uma chance bem maior de conseguir ganhos salários mais elevados do que do que um não certificado, e eventualmente, colocações de trabalho melhores dentro de uma companhia, por meio de promoções.

Já para as empresas,  fica mais fácil realizar a seleção de um candidato, pois se o ele for certificado não será necessário aplicar algum tipo de teste técnico, como uma prova, além de permitir descartar aqueles candidatos que não possuam certificações na área relacionada à vaga de emprego em questão.

Existe uma grande carência de bons profissionais certificados atualmente, e obter uma certificação é uma excelente forma de crescimento profissional, pois as empresas veem com bons olhos os profissionais que são certificados, sendo muitas vezes até disputados no mercado.

Pessoalmente, acredito que o principal benefício de se obter uma certificação de tecnologia é o conhecimento que é adquirido, pois todo o esforço nos estudos é estruturado e orientado para os tópicos específicos que constituem os requisitos da certificação.

O aprendizado em um curso para certificação é geralmente bem extenso.

As provas de certificação abordam conceitos e tecnologias de forma bem detalhada, e por conta disso o estudante termina aprendendo de forma bem aprofundada os tópicos abordados, os quais
serão aplicados depois em suas atividades diários no trabalho.

Um aspecto que eu creio ser muito importante é que, estudando para uma certificação, o estudante acaba aprendendo sobre detalhes tecnológicos que, em outras circunstâncias, seriam pouco explorados, por não serem necessariamente muito importantes ou empregados frequentemente.

Você tem certificações em tecnologia, Fábio?

Sim, certamente. Possuo atualmente 15 certificações em tópicos variados, como Redes, Bancos de Dados, Sistemas Operacionais e Desenvolvimento de Sistemas.

Abaixo você pode ver a pasta onde guardo minhas certificações, certificados e diplomas:

Certificações Fábio dos Reis

Como se preparar para tirar uma certificação?

O nível de dificuldade para tirar uma certificação varia imensamente de uma certificação para outra. Porém, independente da certificação escolhida, o estudante precisará dedicar um período para estudos bem considerável, o qual poderá incluir a leitura de textos, práticas de escrita de códigos e comandos ou ainda a configuração de produtos e dispositivos ou tecnologias variadas, além de ser interessante a realização de simulados periodicamente para avaliar seu nível de conhecimento, além da realização de cursos presenciais específicos em muitos casos.

O nível de exigência não costuma ser baixo – algumas certificações podem requerer apenas umas poucas semanas de estudo, ao passo que outras mais complexas podem exigir meses, ou até mais de um ano de preparação, estudando diariamente.

O estudo para tirar uma certificação precisa ser levado muito a sério, pois as provas geralmente são difíceis, além de possuírem um custo elevado – a maioria é cobrada em dólares, e caso o estudante não consiga ser aprovado na primeira tentativa, muitas vezes perde o dinheiro investido na realização da prova (ou provas – algumas certificações são compostas de duas ou mais provas!).

Ainda assim alguns programas de certificação dão ao candidato uma segunda chance, sem custo adicional, caso não consiga ser aprovado na primeira tentativa.

E os pré-requisitos?

Boa parte das certificações em tecnologia podem ser obtidas por qualquer pessoa interessada, pois geralmente não existem pré-requisitos para realizar a prova.

Entretanto, para algumas certificações é preciso que o candidato tenha conhecimentos prévios na tecnologia, ou ainda que atue na área já há um tempo, e em alguns programas específicos, que o candidato já possua uma ou mais certificações anteriores.
O primeiro exemplo que me vem à mente são as certificações Linux LPIC, oferecidas em três níveis de complexidade, e que por isso devem ser tiradas em sequência – não podemos, como exemplo, obter a certificação de nível 2 LPIC-2 sem antes ter conseguido tirar a certificação LPIC-1.

Certificação ou Faculdade?

Uma pergunta recorrente que recebo é se as certificações podem ser mais importantes do que fazer uma faculdade. Pessoalmente, acredito que não. As certificações são, na verdade, um complemento para os cursos de graduação, pois a faculdade é o local onde (deveríamos) aprender as bases das tecnologias que empregamos em nosso trabalho, como toda a teoria computacional, paradigmas de desenvolvimento, plataformas e arquiteturas, métodos de pesquisa, trabalho e grupo e realização de projetos.

Ainda assim, comumente as disciplinas ensinadas nas faculdades não se aprofundam em tecnologias e produtos que sejam específicos, os quais são empregados no mercado, e é nesse ponto que as certificações entram em ação, pois permitem complementar o conhecimento do profissional com as tecnologias que serão necessárias para auxiliá-lo em seu trabalho diário.

E sim, existem vários casos de profissionais que possuem certificações mas não cursaram uma graduação, e ainda assim são bem-sucedidos profissionalmente. Mas certamente isso não é a norma, e não devemos nos basear nesses casos, que são pontos fora da curva.

Como curiosidade, explico essa relação entre Certificação e Faculdade com detalhes em um vídeo, publicado no canal da Bóson no YouTube:

Recomendações Finais

Existem mais de 1900 certificações disponíveis no mercado, fornecidas por aproximadamente 160 empresas atualmente. Porém, apenas uma pequena fração dessas certificações é realmente relevante no mercado, principalmente no Brasil.

Finalmente, o que recomendo em termos de estudos é o seguinte:

  • Frequente um curso técnico; e/ou
  • Faça uma graduação (e pós, que também pode ser um grande diferencial)
  • Complemente seu conhecimento com certificações na área da tecnologia em que pretende atuar.
  • Sempre pesquise o que o mercado de trabalho mais necessita no momento
  • Procure investir em cursos, materiais de estudo, simulados, etc..

Seu currículo será bem mais valorizado, sua chances de conseguir ou mudar de emprego aumentarão drasticamente, e a sua formação acadêmica também ficará mais completa.

 

Sobre Fábio dos Reis (1360 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

1 Comentário em A Importância das Certificações em Tecnologia

  1. Olá, Fábio. Informações valiosas sobre certificação e aproveitando , como fazer uma certificação em Linux ?

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*