Como desinstalar totalmente o MySQL Server do Linux Debian 11 bullseye

Desinstalar totalmente o MySQL Server do Linux (Ubuntu, Debian, etc.)

Uma tarefa comum ao realizar gerenciamento de um servidor é a desinstalação de pacotes ou serviços, um processo rápido e, normalmente, tranquilo. Porém, nem sempre uma remoção simples é efetiva, pois é comum que, ao remover um serviço do sistema, dependências não mais necessárias e arquivos de configuração ainda permaneçam no servidor, ocupando espaço em disco e, possivelmente, podendo vir a causar problemas caso o serviço precise ser reinstalado no futuro.

Neste tutorial vou mostrar como desinstalar totalmente o MySQL Server do Linux Debian 11 “bullseye” e outras distros derivadas, como o Linux Mint e o Ubuntu.

Desinstalar MySQL do Linux

Desinstalação do MySQL do Linux

Vamos aos passos necessários para realizar a desinstalação do MySQL Server do Linux Debian e derivados.

1. Parar o serviço do MySQL

$ sudo systemctl stop mysql

2. Desinstalar os pacotes

Aqui nós temos duas opções:

a. Desinstalar todos os pacotes relacionados ao MySQL, incluindo o servidor, clientes, ferramentas, etc. (objetivo principal do tutorial):

$ sudo apt purge mysql*

b. Ou então podemos remover apenas o pacote do MySQL Server, mantendo os demais pacotes e configurações:

$ sudo apt purge mysql-server

3. Remover dependências não mais utilizadas e limpar o cache

$ sudo apt autoremove
$ sudo apt autoclean

Após a execução desses comandos, o MySQL estará desinstalado o sistema. Porém, existem alguns passos extras opcionais que podemos realizar, para evitar problemas em uma futura nova instalação do MySQL.

Apesar de opcionais, os passos a seguir são altamente recomendados.

4. Remover as configurações do MySQL

a. Remover os arquivos de configuração presentes no diretório /etc/mysql:

$ sudo rm -rf /etc/mysql

5. Remover dados de bancos de dados

a. Armazenamento de bancos de dados no diretório /var/lib/mysql:

$ sudo rm -rf /var/lib/mysql

6. Verificar o resultado da remoção

Por fim, verificamos se o mysql realmente foi eliminado do sistema:

dpkg -l | grep -i mysql

Após realizar todos os passos, recomendo reiniciar o servidor.

 

Sobre Fábio dos Reis (1197 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 30 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Ciência e Tecnologia em geral, adora Viagens e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*