Como montar partições formatadas no Linux – comando mount

Montar partições formatadas no Linux

Na terceira parte de nosso tutorial sobre instalação de discos no Linux, veremos o processo de montagem de partições. No tutorial Formatação de Partições no Linux nós preparamos as partições que serão montadas nesse tutorial.

Montar uma partição, basicamente, é torná-la disponível para uso após a formatação, anexando-a ao sistema de arquivos do Linux. Podemos fazer isso “conectando” a partição formatada a um diretório criado especialmente para esse fim.

Podemos verificar quais partições estão montadas no momento no sistema executando o comando df -h:

$ df -h

Verificar as partições montadas com df -h no Linux

Além dos sistemas de arquivos temporários e especiais, note que em meu sistema tenho a partição /dev/sda1 montada no diretório raiz do sistema (/).

Porém, em meu sistema tenho também um outro disco rígido instalado, já particionado e formatado. Podemos verificar emitindo o comando fdisk -l (como root)

$ sudo fdisk -l

Verificar partições com fdisk -l no Linux

Temos o disco /dev/sdb, com quatro partições:

  • /dev/sdb1, primária;
  • /dev/sdb2, estendida;
  • /dev/sdb5, unidade lógica dentro da partição estendida
  • /dev/sdb6, outra unidade lógica dentro da partição estendida.

Dessas quatro, iremos montar as partições primária e unidades lógicas. Vejamos se já estão formatadas e os sistemas de arquivos usado em caso positivo:

$ sudo blkid

Verificar os formatos das partições com blkid no Linux

As partições já estão formatadas, e usam os seguintes sistemas de arquivos:

  • /dev/sdb1 - ext4;
  • /dev/sdb5 - btrfs
  • /dev/sdb6 - ntfs

Essa informação é importante para que possamos montar corretamente as partições no sistema de arquivos do Linux.

Montando as partições no Linux

Nosso primeiro passo será criar os pontos de montagem, que nada mais são do que diretórios que serão usados como “pontos de entrada” para acesso às partições / discos.

Vamos criar então três diretórios para montar as três partições do disco sdb:

  • /ext4 para a partição /dev/sdb1
  • /btrfs para a partição /dev/sdb5
  • /ntfs para a partição /dev/sdb6

Note que podemos usar quaisquer nomes desejados para as partições; usarei nomes que reflitam cada sistema de arquivos apenas para fins didáticos.

Criemos então os três diretórios de uma vez:

$ sudo mkdir /ext4 /btrfs /ntfs
$ ls /

Criar diretórios para montagem de partições no Linux

Para montar as partições usaremos o comando mount. Sua sintaxe é:

# mount [opções] dispositivo ponto_montagem

Usaremos a opção -t tipo_fs para determinar o sistema de arquivos usado em cada partição.

Montamos então a primeira partição:

$ sudo mount -t ext4 /dev/sdb1 /ext4

Depois a segunda:

$ sudo mount -t btrfs /dev/sdb5 /btrfs

E enfim, a terceira:

$ sudo mount -t ntfs /dev/sdb6 /ntfs

Montar partições no Linux com comando mount

Vamos verificar agora as partições montadas com o comando df -h:

Consultar partições usando o comando df -h no Linux

Excelente! estão todas montadas em seus respectivos pontos de montagem!
Agora todo arquivo que for gravado nestes diretórios será, na verdade, armazenado na partição correspondente deste disco rígido.

Como Desmontar partições no Linux: comando umount

Caso seja necessário desmontar uma das partições (desconectá-la do sistema de arquivos), execute o comando umount seguido do ponto de montagem que queremos liberar. Por exemplo, suponha que queiramos desmontar a partição ntfs, que está montada em /ntfs:

$ sudo umount /ntfs

E a partição será desmontada (ou seja, não estará mais acessível. Isso equivale a, por exemplo, ejetar um pendrive conectado ao sistema).

Uma observação importante: as partições montadas estarão acessíveis até que o sistema seja reiniciado. Após uma reinicialização, os pontos de montagem são desfeitos e devem ser refeitos manualmente.
Para evitarmos esse problema, devemos acrescentar uma entrada para cada partição a ser montada automaticamente no arquivo /etc/fstab, tornando, dessa forma, os pontos de montagem permanentes.

Esse será o assunto da próxima parte de nosso tutorial.

Até lá!

Anterior: Como formatar partições no Linux

 

Sobre Fábio dos Reis (1262 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*