Associações em Série e em Paralelo de Capacitores

Associação em Paralelo de Capacitores

Vamos analisar neste artigo as associações de capacitores em série e em paralelo.

Quando os capacitores são associados em paralelo, somamos suas capacitâncias, da mesma forma que fazemos com resistores associados em série. Deste modo:

Ctot = C1 + C2 + … + Cn

Podemos pensar num arranjo de capacitores em paralelo como se fossem um único capacitor com capacitância maior. Porém, a maior tensão que pode ser aplicada a um arranjo de capacitores em paralelo com segurança é limitada pela tensão do capacitor com menos valor de tensão suportada.

Veja um exemplo a seguir de capacitores associados em paralelo:

Associação em paralelo de Capacitores

Neste exemplo temos que Ctot = C0 + C1 + C2 = 10μF +10μF + 22μF = 42μF.

Associação em Série de Capacitores

Quando conectamos dois ou mais capacitores em série, a capacitância total obtida será sempre menor do que o valor do menor capacitor do conjunto. Usamos uma fórmula para calcular a capacitância equivalente em série que é similar à fórmula da resistência em paralelo:

Associação de Capacitores em série - fórmula

Geralmente conectamos capacitores em série em um circuito para que o conjunto possa suportar uma tensão elétrica maior do que as tensões individuais nos capacitores, pois a tensão elétrica será diferente em cada capacitor. Veja um exemplo de associação em série de capacitores:

Associação em Série de capacitores

Neste exemplo temos que 1/Ctot = 1/C0 + 1/C1 + 1/C2, ou seja:

1/Ctot = 1/10 + 1/10 + 1/22 = 4,07μF.

Já as tensões em cada capacitor podem ser calculadas individualmente com a fórmula (Ctot / Cn) * Vin. Por exemplo, a tensão sobre os terminais de C1 será de (4,07 / 10) * 12 = 4,884V. Lembre-se de que a tensão em um dado capacitor não deve nunca exceder seu valor nominal de tensão, pois isso acarretará a destruição do componente.

É isso aí! Até a próxima lição do Curso de Eletrônica da Bóson Treinamentos!

Quer aprender tudo sobre Eletrônica? Minha dica é o livro Eletrônica – Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos – 2ª Edição, de Gabriel Torres, que você pode adquirir em formato digital com preço promocional clicando na imagem a seguir:

Eletrônica - Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos - Gabriel Torres

 

Sobre Fábio dos Reis (1358 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

6 Comentários em Associações em Série e em Paralelo de Capacitores

  1. Incrível falando um pouco dos capacitores

  2. A tensão dos capacitores foi calculada de forma separada, no exemplo “C1 será de (4,07 / 10) * 12 = 4,884V” mais tambem foi dito que “Geralmente conectamos capacitores em série em um circuito para que o conjunto possa suportar uma tensão elétrica maior do que as tensões individuais nos capacitores”, então qual a formula pra calcular a tensão total suportada usando os tres capacitores de exemplo???

  3. Qual a tensão total suportada usando os tres capacitores de exemplo???

  4. alexandre // 03/06/2018 em 20:10 // Responder

    Quando se tem capacitores associados em série, quais as características são mantidas e quais são alteradas?

  5. No circuito são alterados: o valor da tensão e a capacitância, ou seja, aumento no valor da tensão total do circuito e a diminuição do do valor da capacitância total do circuito

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Tipos de Capacitores - Bóson Treinamentos em Tecnologia

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*