Associações em Série e em Paralelo de Capacitores

Associação em Paralelo de Capacitores

Vamos analisar neste artigo as associações de capacitores em série e em paralelo.

Quando os capacitores são associados em paralelo, somamos suas capacitâncias, da mesma forma que fazemos com resistores associados em série. Deste modo:

Ctot = C1 + C2 + … + Cn

Podemos pensar num arranjo de capacitores em paralelo como se fossem um único capacitor com capacitância maior. Porém, a maior tensão que pode ser aplicada a um arranjo de capacitores em paralelo com segurança é limitada pela tensão do capacitor com menos valor de tensão suportada.

Veja um exemplo a seguir de capacitores associados em paralelo:

Associação em paralelo de Capacitores

Neste exemplo temos que Ctot = C0 + C1 + C2 = 10μF +10μF + 22μF = 42μF.

Associação em Série de Capacitores

Quando conectamos dois ou mais capacitores em série, a capacitância total obtida será sempre menor do que o valor do menor capacitor do conjunto. Usamos uma fórmula para calcular a capacitância equivalente em série que é similar à fórmula da resistência em paralelo:

Associação de Capacitores em série - fórmula

Geralmente conectamos capacitores em série em um circuito para que o conjunto possa suportar uma tensão elétrica maior do que as tensões individuais nos capacitores, pois a tensão elétrica será diferente em cada capacitor. Veja um exemplo de associação em série de capacitores:

Associação em Série de capacitores

Neste exemplo temos que 1/Ctot = 1/C0 + 1/C1 + 1/C2, ou seja:

1/Ctot = 1/10 + 1/10 + 1/22 = 4,07μF.

Já as tensões em cada capacitor podem ser calculadas individualmente com a fórmula (Ctot / Cn) * Vin. Por exemplo, a tensão sobre os terminais de C1 será de (4,07 / 10) * 12 = 4,884V. Lembre-se de que a tensão em um dado capacitor não deve nunca exceder seu valor nominal de tensão, pois isso acarretará a destruição do componente.

É isso aí! Até a próxima lição do Curso de Eletrônica da Bóson Treinamentos!

 

Sobre Fábio dos Reis (1325 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

6 Comentários em Associações em Série e em Paralelo de Capacitores

  1. Incrível falando um pouco dos capacitores

  2. A tensão dos capacitores foi calculada de forma separada, no exemplo “C1 será de (4,07 / 10) * 12 = 4,884V” mais tambem foi dito que “Geralmente conectamos capacitores em série em um circuito para que o conjunto possa suportar uma tensão elétrica maior do que as tensões individuais nos capacitores”, então qual a formula pra calcular a tensão total suportada usando os tres capacitores de exemplo???

  3. Qual a tensão total suportada usando os tres capacitores de exemplo???

  4. alexandre // 03/06/2018 em 20:10 // Responder

    Quando se tem capacitores associados em série, quais as características são mantidas e quais são alteradas?

  5. No circuito são alterados: o valor da tensão e a capacitância, ou seja, aumento no valor da tensão total do circuito e a diminuição do do valor da capacitância total do circuito

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Tipos de Capacitores - Bóson Treinamentos em Tecnologia

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*