Cientistas desenvolvem transístores do tamanho de moléculas

Transístores moleculares desenvolvidos

Cientistas conseguiram criar um transístor composto por apenas uma única molécula. Esse transístor, rodeado por doze átomos, provavelmente é o menor tamanho possível no qual um transístor pode ser fabricado, colocando um limite até mesmo na famosa Lei de Moore.

De acordo com a prestigiada revista Nature, esse transístor foi fabricado com uma única molécula de um composto denominado ftalocianina, material usado na fabricação de discos graváveis como CD-R e DVD-R, sendo essa molécula rodeada por um anel de 12 átomos do elemento Índio carregados positivamente, depositados sobre um cristal de InAS (Arsenieto de Índio). Cada um desses átomso de índio possui apenas 0,167nm de diâmetro, o que significa que são cerca de 42 vezes menores do que os menores circuitos eletrônicos possíveis de se construir atualmente. Isso significa em torno de 15 vezes menor do que uma fita de DNA!

Molécula de Ftalocianina

Molécula de Ftalocianina

Esse transístor representa, certamente um grande passo para o desenvolvimento da computação quântica, e foi desenvolvido utilizando-se um equipamento conhecida como microscópio eletrônico de varredura por tunelamento, o qual posiciona os átomos no lugar exato, e controla o fluxo de elétrons através da porta do transístor.

Molécula de ftalocianina com átomos de índio

Molécula de ftalocianina rodeada por doze átomos de índio. Fotografia: Laboratório de Pesquisa Naval dos EUA

Os cientistas também descobriram um comportamento inesperado desse transístor. A orientação da molécula de ftalocianina é afetada por cargas elétricas, podendo ser alterada, de modo que o transistor pode funcionar de forma diferente dos transístores tradicionais, que operam como uma chave liga-desliga de acordo com a carga elétrica aplicada.

Atualmente, os chips (circuitos integrados) utilizados em computadores são fabricados na escala de 14nm (14 nanômetros), e fabricar componentes ainda menores é uma tarefa muito árdua, porém essencial para que seja possível desenvolver componentes com poder de processamento cada vez maior. Se esta nova tecnologia de fabricação de transístores se mostrar viável, provavelmente veremos uma revolução na fabricação de componentes e na magnitude de processamento de computadores, e ao advento da tão esperada computação quântica.

Sobre Fábio dos Reis (1329 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

1 Comentário em Cientistas desenvolvem transístores do tamanho de moléculas

  1. Caio Murilo Galvão // 16/05/2016 em 17:51 // Responder

    Como determinar uma barra de cobre para baixar tensão de 13.8kv para uma tensão baixa para medição 24v , se não tenho A nem L ?

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*