12 tocadores de música recomendados para Linux

12 tocadores de música recomendados para o Linux

Gosta de ouvir música em seu computador? Neste artigo vamos recomendar 12 tocadores de música para Linux que você pode usar para ouvir não somente músicas armazenadas em sua máquina, mas também podcasts e serviços de streaming de áudio da Internet.

Claro que existem muito outros players de música que rodam no Linux - literalmente dezenas deles - mas os apresentados neste artigo são, basicamente, os mais populares e que já utilizamos e gostamos. Também vamos incluir instruções para a instalação desses players de música em distribuições como Fedora, Debian e derivados.

Vamos lá aos tocadores de música recomendados para Linux!:

1. Amarok

O Amarok é um tocador de música open-source enscrito em C++, disponível sob a licença GPL (GNU Public License).

Ele é capaz de reproduzir arquivos de música em inúmeros formatos, como por exemplo MP3, FLAC, AAC e Ogg, entre outros. Também possui a capacidade de reproduzir música via serviços de streaming, como Lats.fm e Jamendo, além de diversos outros.

Instalação do Amarok

A instalação do Amarok é bastante simples. Para instalá-lo em sua distribuição Linux, basta executar um dos comandos a seguir:

Debian e derivados:
# apt-get install amarok

Fedora 22 e acima:
# dnf install amarok

A figura a seguir mostra uma tela do Amarok em execução no Linux Fedora:

Amarok player rodando no Fedora Linux

2. Clementine

O Clementine é um port do Amarok 1.4 que utiliza Qt4 e o framework de multimídia Gstreamer. Também é escrito em C++ e distribuído sob licença GPL (como a maioria dos softwares listados neste artigo!).

Possui praticamente as mesmas funcionalidades do Amarok, e traz alguns extras, como por exemplo controle remoto a partir de dispositivos Android e interface de linha de comandos, além de permitir a criação de listas de reprodução a partir de músicas do histórico de reprodução.

Infelizmente sua documentação não é muito abundante, e o pacote é um pouco pesado, usando muitos recursos do sistema.

Como instalar o Clementine

A instalação do Clementine também é emuito simples:

Debian e derivados:
# apt-get install clementine

Fedora 22 e acima:
# dnf install clementine

E a figura a seguir mostra o Clementine em ação:

Player de Música Clementine no Linux Fedora

3. Tomahawk

O Tomahawk é um player de músicas de plataforma cruzada e código aberto, lançado em 2011 e tambpém escrito em C++, sendo distribuído sob licença GPL também.

Trata-se de um software bem leve, que permite reproduzir música tanto a partir da máquina local quanto a partir de serviços de streaming, como Spotify, YouTube, Grooveshark e Jamendo, entre outros.

Instalação do Tomahawk

Para instalar o Tomahawk no Linux, basta executar um dos comandos seguintes, dependendo de sua distro:

Debian e derivados:
# apt-get install tomahawk
Fedora 22 e acima:
# dnf install tomahawk

Podemos ver o Tomahawk em execução na figura a seguir:

Tocador de Músicas Tomahawk no Linux Fedora

4. Cmus

O Cmus é um tocador de música baseado em console (linha de comandos) escrito em linguagem C. Também é distribuído sob licença GPL.

Como o Cmus roda no terminal, ele é operado exclusivamente por meio de comandos executados a partir do teclado. Isso torna o carregamento desse player extremamente rápido, mesmo que você tenha uma biblioteca de músicas imensa na máquina. Ele suporta diversos formatos de áudio tradicionais, como MP3, WAV, Ogg, WMA, AAC e muitos outros.

Existem versões do Cmus para outros sistemas, como FreeBSD, OS X, OpenBSD e até mesmo pode ser executado no windows, via Cygwin, entre outros.

Como instalar o Cmus no Linux

Debian e derivados:
# apt-get install cmus

Fedora 22 e acima:
Você deve primeiramente baixar o pacote RPM rpmfusion-free-release-stable mais recente a partir do endereço:
http://download1.rpmfusion.org/free/fedora/
Após baixar o pacote, abra o terminal e entre no diretório onde ele foi baixado, instalando-o com o comando a seguir:
# rpm -Uvh rpmfusion-free-release-stable*rpm
Finalmente, instale o pacote do player Aqualung:
# dnf install cmus
Para iniciar o programa, basta executá-lo na linha de comandos:
# cmus

A figura a seguir mostra o Cmus em execução no Ubuntu Linux 16.04:

Player de música cmus no Ubuntu Linux

Como o cmus roda apenas no terminal, seu uso é um pouco mais complicado do que o dos outros tocadores de música mostrados aqui, e por isso, ele será assunto de uma postagem especial aqui no blog.

5. Aqualung

O Aqualung é um tocador de músicas recente, tendo sido lançado em 2015, e que possui versões não apenas para linux, mas também para Mac OS X, FreeBSD e Windows, entre outros.

Ele suporta vários formatos de áudio, como MP3, FLAC, Vorbis, entre outros. também reproduz áudio de CDs.

Como instalar o Aqualung Player

Linux Ubuntu (adicionar repositório PPA):
$ sudo add-apt-repository ppa:mc3man/aqua-tests
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install aqualung
Fedora 22 e acima:
Você deve primeiramente baixar o pacote RPM rpmfusion-free-release-stable mais recente a partir do endereço:
http://download1.rpmfusion.org/free/fedora/
Após baixar o pacote, abra o terminal e entre no diretório onde ele foi baixado, instalando-o com o comando a seguir:
# rpm -Uvh rpmfusion-free-release-stable*rpm
Finalmente, instale o pacote do player Aqualung:
# dnf install aqualung

Na figura a seguir podemos ver o Aqualung Player em execução:

Aqualung Player no Fedora Linux tocando Pantera

6. Spotify

Sim, o Spotify também está em nossa lista, apesar de não ser um aplicativo exclusio para Linux. Trata-se de um serviço de streaming de música extremamente popular, disponível praticamente para todas as plataformas existentes. Atualmente, o Spotify possui mais de 140 milhões de usuários ativos (junho de 2017), e foi desenvolvido pela startup Spotify AB, na Suécia.

Com o Spotify você pode procurar músicas por nome da canção, do artista, do álbum, ou ainda por meio de playlists que os próprios usuários podem criar, incluindo músicas em gêneros específicos.

Como instalar o Spotify no Linux:

Para instalar o Spotify em sistemas Linux, execute os comandos a seguir em sua distribuição:

Ubuntu e derivados:

Adicionar o repositório do spotify à lista de repositórios do sistema:
sudo sh -c 'echo "deb http://repository.spotify.com stable non-free" >> /etc/apt/sources.list.d/spotify.list'
Adicionar a chave GPG de criptografia:
sudo apt-key adv --keyserver keyserver.ubuntu.com --recv-keys BBEBDCB318AD50EC6865090613B00F1FD2C19886
Atualizar a lista de repositórios:
sudo apt-get update -qq
Instalar o Spotify:
sudo apt-get install spotify-client

 

Fedora 22 e acima:

# dnf config-manager --add-repo=http://negativo17.org/repos/fedora-spotify.repo
# dnf install spotify-client

Veja o Spotify em ação no Fedora Linux na figura a seguir:

Spotify rodando no Fedora Linux

7. Nightingale

O Nightingale é um tocador de áudio estrico em C++, lançado sob as licenças GPL, MPL e BSD, e disponível em sistemas Windows e Mac OS X, além é claro do Linux. Como os outros tocadores mencionados no artigo, ele pode executar diversos formatos de áudio, incluindo MP3, Ogg Vorbis, AAC, WMA, FLAC e outros.

Alguns diferenciais do Nightingale são:

  • Permite assinatura de blogs de MP3 como playlists
  • Varredura do computador para encontrar arquivos de áudio
  • Criação de playlists a partir dos arquivos de áudio encontrados na máquina local
  • Modo mini-player

Como instalar o Nightingale

A sequência de comandos a seguir permite instalar o Nightingale no Linux Ubuntu 16.04:

$ sudo add-apt-repository ppa:nightingaleteam/nightingale-nightly
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install nightingale

E a imagem a seguir mostra uma tela do Nightingale em execução no sistema:

Player de música Nightingale no Ubuntu Linux

8. Audacious

O Audacious é um software open-source totalmente escrito em C++, que roda em plataformas compatíveis com Linux e também possui suporte a Windows, além de ser o tocador de música padrão da distribuição Lubuntu.

Ele possui diversos recursos disponíveis, no geral por meio da instalação de plugins. Também suporta uma grande variedade de codecs de áudio, incluindo MP3, Wacpac, MIDI e FLAC, entre outros.

Uma funcionalidade interessante do Audacious é seu suporte completo a skins do Winamp 2, com as skins renderizadas em formato PNG.

Como instalar o Audacious Player

Para instalar o tocador Audacious no Linux, simplesmente execute um dos comandos a seguir,d ependendo de sua distribuição:

Debian e derivados:
# apt-get install audacious

Fedora 22 e acima:
# dnf install audacious

E na figura a seguir vemos o Audacious Player reproduzindo uma música:

Tocador de música Audacious no Linux Fedora

9. Rhythmbox

O Rhythmbox é um tocador de mpusica muito famoso, escrito em linguagem C e disponível em vários sistemas baseados em Unix, como BSD, Solaris e, claro, inúmeras distribuições Linux. Este é o reprodutor de músicas padrão do Ubuntu Linux, e utiliza o framework de mídia GStreamer.

Ele possui vários recursos disponíveis, tais como:

  • Streaming de música online
  • Permite queimar CDs de áudio
  • Suporte ao serviço Last.fm
  • Compartilhamento DAAP

Instalando o tocador de música Rhythmbox

O Rhythmbox é o tocador padrão no Ubuntu, Fedora linux e várias outras distribuições. Caso sua distro não o tenha e você o queira instalar, basta executar os comandos a seguir de acordo:

Debian e derivados:
# apt-get install rhythmbox

Fedora 22 e acima:
# dnf install rhythmbox

Veja o Rhythmbox Player em ação na figura a seguir:

Tocador de música Rhythmbox no Linux Fedora

10. DeadBeeF

O tocador DeadBeeF é um pacote muito leve, escrito totalmente em C, disponível tanto para Linux quanto para Android. Sua interface usa GTK2 e ele possui suporte a inúmeros plugins exeternos.

Assim como os demais tocadores recomendados no artigo, o DeadBeeF consegue reproduzir vários formatos de áudio, como MP3, Ogg, WAV, M4a e muitos outros.

Ele permite a execução de música tanto online quanto offline, em ambos os casos com baixíssimo consumo de memória, o que o torna um player bastante rápido.

Como instalar o DeadBeeF no Linux

A instalação do DeadBeeF também é extremamente simples:

Ubuntu e derivados:
$ sudo add-apt-repository ppa:starws-box/deadbeef-player
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install deadbeef

E na figura a seguir vemos o DeadBeeF em execução no Ubuntu Linux:

Player de áudio deadbeef no Ubuntu Linux

11. Lollypop

O Lollypop é um tocador de música open source muito leve cujo projeto está hospedado no github. Ao contrário da grande maioria dos tocadores mostrados aqui, o Lollypop é escrito em Python e GTK3.

Ele reproduz inúmeros formatos de áudio, como MP3, Ogg e FLAC, entre outros, e possui também a habilidade de trazer a biografia do artista a partir do serviço Last.fm ou da Wikipedia, e as letras das músicas a partir de Wikia.

Um dos pontos negativos do Lollypop é que ele não reproduz áudio a partir de serviços de streaming.

Como instalar o Lollypop Music Player:

Para instalar o Lollypop em sua distribuição, siga as instruções a seguir:

Debian e derivados:
# add-apt-repository ppa:gnumdk/lollypop
# apt-get update
# apt-get install lollypop

Fedora 22 e acima:
# dnf install lollypop

A figura a seguir mostra o Lollypop em execução:

Tocador de música Lollypop no Linux Fedora

12. VLC

O VLC é um dos softwares para multimídia mais conceituados que existem atualmente, sendo capaz de executar praticamente de tudo, incluindo áudio, filmes, vídeo de webcams, streming e muito mais. Está disponível em praticamente todas as plataformas existentes.

É extremamente fácil de usar, sendo uma aplicação muito robusta e que permite executar arquivos de áudio deforma muito simples. Além disso, não requer codecs extras para executar os vários formatos de áudio suportados, com raras exceções.

Nem tudo é perfeito, claro, e o VLC, por ser um player multimídia, e não um software especializado em reprodução de áudio, não possui alguns recursos comuns a essa classe de softwares. Como exemplo, o VLC não possui gerenciamento de bibliotecas de música - exceto playlists, e faz uso limitado de tags. Além disos, não permite customização de sua interface, como outros players permitem.

Instalação do VLC

Debian e derivados:
# add-apt-repository ppa:videolan/stable-daily
# apt-get update
# apt-get install vlc

Fedora 22 e acima:
Você deve primeiramente baixar o pacote RPM rpmfusion-free-release-stable mais recente a partir do endereço:
http://download1.rpmfusion.org/free/fedora/
Após baixar o pacote, abra o terminal e entre no diretório onde ele foi baixado, instalando-o com o comando a seguir:
# rpm -Uvh rpmfusion-free-release-stable*rpm
E então instale o pacote do VLC:
# dnf install vlc

A figura a seguir mostra o VLC em execução no Linux tocando um álbum do Eric Clapton:

Reprodutor VLC no Linux Fedora

E você, utiliza algum tocador não listado neste artigo? Gosta de algum dos citados? Deixe abaixo na seção de comentários suas sugestões de tocadores de música para Linux, e suas impressões em relação aos players recomendados.

Até!

 

Sobre Fábio dos Reis (1176 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Astronomia, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*