Configurando hostnames com utilitário hostnamectl no Fedora Linux

Utilitário hostnamectl - Como configurar hostnames no Fedora Linux via terminal

O utilitário hostnamectl permite administrar as três classes separadas de hostnames (pretty, static e transient) em uso no sistema.

  • O hostname estático é o tradicional, usado por padrão para inicializar o hostname do kernel durante o boot do sistema, e pode ter no máximo 64 caracteres. Pode ser escolhido pelo usuário e é armazenado no arquivo /etc/hostname.
  • O hostname "pretty", de alto nível, é mais descritivo e permite incluir todos os tipos de caracteres especiais. É armazenado no arquivo /etc/machine-info´, que é criado quando o hostname pretty é configurado pela primeira vez. É usado para apresentação ao usuário.
  • O hostname transiente é um hostname dinâmico, mantido pelo kernel, e se trata de um valor recebido via configuração de rede, por DHCP ou mDNS (multicast DNS), e também pode ter no máximo 64 caracteres. Se o hostname estático for configurado e válido (não "localhost"), então o hostname transiente não será usado.

Sintaxe:

hostnamectl opções comando

Exemplos:

1. Visualizar todos os nomes de host atuais:

# hostnamectl status

A opção status é assumida por padrão caso nenhuma opção seja passada.

Comando hostnamectl no Linux Fedora

2. Configurar todos os hostnames em um sistema de uma vez para "boson":

# hostnamectl set-hostname boson

Configurar hostname no Fedora linux com hostnamectl

3. Configurar um hostname em particular:

# hostnamectl set-hostname nome [opções...]

As opções podem ser: --pretty, --static, e --transient.

Usar aspas para hostnames compostos. Por exemplo, configurando o hostname pretty para "Bóson Treinamentos":

# hostnamectl set-hostname "Bóson Treinamentos" --pretty 

Configurar hostname pretty no Fedora linux

4. Limpar um hostname em particular e reverter para o padrão:

# hostnamectl set-hostname "" [option...]

Onde "" é uma string vazia entre aspas e a opção é zero ou mais entre --pretty, --static, e --transient.  Se nenhuma opção for fornecida, todos as classes de hostname voltarão ao padrão. Por exemplo, vamos reverter todos os hostnames para o padrão:

# hostnamectl set-hostname ""

Configurar hostname transiente no Linux Fedora

Veja que agora o hostname estático está vazio, e o transiente surgiu com o valor "localhost".

Configurando hostnames com nmcli

A ferramenta nmcli do NetworkManager pode ser usada para consultar e ajustar o hostname estático no arquivo /etc/hostname. Alterar o hostname dessa forma não será notado pelo hostnamectl por padrão.

1. Consultar o hostname estático:

$ nmcli general hostname

2. Configurar o hostname para "boson":

# nmcli general hostname boson

Para forçar o hostnamectl a notar a mudança no hostname estático, reinicie o daemon hostnamed (tem de ser root) com o comando a seguir:

# systemctl restart systemd-hostnamed

Após a reiniciar o hostnamed, o hostname transiente desaparecerá, ficando apenas o estático que foi configurado.

Próximo: Configurando a rede no Fedora Linux co ferramenta nmcli

Sobre Fábio dos Reis (1194 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Astronomia, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*