Como usar a Lixeira na linha de comandos do Linux

Como usar a Lixeira na linha de comandos do Linux

Artigo originalmente publicado no antigo Planeta Unix

O utilitário trash-cli fornece uma lixeira para a linha de comandos no Linux. Desta forma, é possível excluir arquivos, sem no entanto apagá-los permanentemente do sistema - ao menos até que a lixeira seja limpa.

No geral, essa aplicação não é instalada por padrão, por isso é provável que você tenha de instalá-la usando o gerenciador de pacotes de sua distro.

Para sistemas baseados em Debian use o seguinte comando:

sudo apt-get install trash-cli

No Arch linux:

sudo pacman -S trash-cli

E no Linux Fedora / CentOS / Red Hat:

sudo yum install trash-cli

Enviando arquivos para a lixeira no Linux

Para apagar um arquivo enviando-o para a lixeira na linha de comandos basta emitir o comando trash, como segue:

$ trash caminho_nome_arquivo_ou_diretório

Desta forma o arquivo é apagado do diretório atual, mas não do sistema, ficando ainda armazenado na lixeira. Lembre-se de que o arquivo ainda continua ocupando espaço em disco, até que seja removido da lixeira e apagado do sistema em definitivo. Essa funcionalidade é semelhante à da Lixeira do Windows.

Visualizando o conteúdo da lixeira

Para visualizar o conteúdo da lixeira basta executar o comando trash-list:

$ trash-list

Restaurando arquivos excluídos

Para restaurar um arquivo da lixeira (retorná-lo a seu diretório original), use o comando restore-trash. Serão exibidos todos os arquivos presentes na lixeira, com um número associado a cada um. Basta digitar o número do arquivo desejado, e ele será restaurado:

$ restore-trash

Apagando arquivos individuais da lixeira

Para excluir em definitivo um arquivo do sistema, que esteja na lixeira, usamos o comando trash-rm:

$ trash-rm arquivo

Desta forma, o arquivo especificado será permanentemente excluído do sistema.

Esvaziando a Lixeira

Caso queira ou necessite esvaziar a lixeira para liberar espaço em disco, rode o comando trash-empty:

$ trash-empty

Também é possível excluir da lixeira arquivos que tenham sido apagados há um certo número de dias e que, portanto, não são mais necessários. Para isso, basta especificar o número de dias. Por exemplo, para excluir em definitivo arquivos que estejam há 10 dias na lixeira, execute o seguinte comando:

$ trash-empty 10

É isso aí! Veremos mais utilitários  importantes disponíveis no Linux nos próximos artigos. Até mais!

 

Sobre Fábio dos Reis (1250 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*