Como listar o conteúdo de diretórios com o comando ls no Linux

Comando ls – Listando conteúdo de um diretório

O comando ls permite visualizar o conteúdo de um diretório e informações sobre arquivos, trazendo dados como nomes de arquivos, permissões, proprietários e datas de criação, além de possuir inúmeras opções que permitem exibir as informações de diversas formas.

Sintaxe

ls [opções] [arquivo]

Opções mais comuns

O comando ls possui uma grande quantidade de opções disponíveis, e as mais comumente utilizadas na operação e gerenciamento de sistemas Linux estão listadas a seguir:

-a, –all
      Não ignorar as entradas que se iniciam com um ponto (.); equivale a exibir arquivos ocultos.

-A, –almost-all
      Idem -a, porém não lista as entradas implícitas . e .. (diretório atual e diretório pai)

 -c
      quando usada com as opções -lt, ordena e mostra os arquivos de acordo com o ctime (hora da última modificação de informações de status do arquivo; com a opção -l: mostra o ctime e ordena por nome de arquivo; sozinho, ordena por ctime, com o mais recente primeiro (sem mostrar a hora).

-C
     Listar as entradas em colunas

–color=quando
       permite colorir a saída do comando. “quando” pode ser “always”, que sempre colore, e é a opção padrão se for omitida; “auto”, ou “never” (nunca colorir)

-g
       Equivalente ao -l, mas sem listar os proprietários dos arquivos

 –group-directories-first
       Agrupa os diretórios antes dos arquivos

-h, –human-readable
       quando usada com as opções -l e/ou -s, imprime tamanhos legíveis por humanos (ex.: 50K ou 600M ou 1G).

–si  
       idem anterior, mas usando potências de 10 em vez de potências de 2 (x1000, e não x1024)

-i, –inode
       imprime o número de índice de cada arquivo (seu inode)

-l
      usar formato de listagem longa, que traz detalhes dos arquivos como datas de criação, permissões, nome de proprietário e grupo, e tamanho. É uma das opções mais usadas do comando.

-n, –numeric-uid-gid
       similar ao -l, mas lista IDs numéricos de usuário e grupo (UID e GID)

-o    
       idem -l, mas sem mostrar informações sobre grupos

-r, –reverse
       ordem reversa quando classificar

-R, –recursive
        listar os subdiretórios recursivamente

-s, –size
       imprime o tamanho alocado de cada arquivo, em blocos

-S
       ordenar por tamanho de arquivo, sendo o maior primeiro.

–sort=opção
       classifica pela “opção”, em vez de por nome. As opções disponíveis são: none (nenhuma), size (tamanho), time (hora), version (versão) e  extension (extensão)

-t    
       classifica por hora de modificação, os mais recentes primeiro

-1
       lista um arquivo por linha. Elimine o escape ‘\n’ com -q ou -b

–version
       mostra informações sobre versão e sai

  Status de saída do comando ls:

       0      se não houveram problemas,

       1      se ocorreram pequenos problemas (por exemplo, não conseguiu acessar um subdiretório

       2      se ocorreu um problema sério (por exemplo, argumentos de linha de comando incorretos)

              argument).

Alguns exemplos de uso do comando

1. Listagem simples do conteúdo de um diretório, sem usar nenhuma opção:

$ ls

Comando ls no Linux

2. Listagem longa, trazendo informações adicionais sobre o conteúdo do diretório:

$ ls -l

como usar o comando ls no linux

3. Listagem longa mostrando também arquivos ocultos do diretório e números de inode

$ ls -lia

listar arquivos com ls no Linux

4. Listagem longa, porém mostrando primeiro somente os diretórios, e depois os demais arquivos, e ainda por cima ordenando os itens em ordem alfabética reversa:

$ ls -lr --group-directories-first

listar diretórios com ls - linux

5. Listar os diretórios e subdiretórios de forma recursiva, mostrando também números de inode:

$ ls -iR

visualizar conteúdo de pastas com ls no linux

Ainda com dúvidas? Assista a uma vídeo sobre o comando ls para conferir exemplos explicados em detalhes:

Mais informações sobre outras opções do comando ls podem ser obtidas em suas páginas de manual no próprio sistema, ou acessando man7.org.

 

Sobre Fábio dos Reis (1273 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*