11 exemplos de como empacotar e comprimir arquivos com zip no Linux

Como empacotar e comprimir arquivos com zip no Linux

Existem vários utilitários que podem ser utilizados para empacotar e compactar arquivos no Linux usando a linha de comandos. Neste tutorial vamos abordar o utilitário zip para realizar essas tarefas com arquivos em seu sistema.

É possível que sua distribuição não traga o utilitário zip instalado por padrão. Neste caso, instale-o utilizando seu gerenciador de pacotes favorito. Por exemplo, no Debian use:

# apt-get install zip

Sintaxe do comando zip:

zip [opções] nome_arquivo_zipado [arquivos]

Exemplos de aplicação do zip:

1 – Criar um arquivo zipado, nomeado como “planilha.zip”, a partir de um arquivo de nome planilha.odt:

$ zip planilha planilha.odt

Os arquivos criados com o comando zip possuem a extensão .zip.

2 – Vamos visualizar o conteúdo de um arquivo zipado, executando o comando zipinfo:

$ zipinfo nome_arquivo_zipado

3 – Caso seja necessário incluir também o conteúdo dos subdiretórios no arquivo zipado, usamos a opção -r:

$ zip -r nome_arquivo_zipado *

4 – Se posteriormente for necessário acrescentar mais arquivos ao arquivo compactado, basta executar novamente o comando usado para criar o arquivo zipado, informando o arquivo a ser incluído:

$ zip planilha planilha-imposto.odt

5 – Caso você queira excluir arquivos de dentro do arquivo zipado, use a opção -d seguida do nome do arquivo a excluir:

$ zip planilha -d planilha.odt

6 – Para criar um arquivo compactado contendo todos os arquivos presentes no diretório atual:

$ zip arquivos-zipados * 

7 – Ou ainda podemos criar um arquivo compactado contendo todos os arquivos presentes no diretório atual, cujo nome começa com “arq”:

$ zip arquivos-zipados arq*

8 – Se quiser personalizar o processo de compactação, mostrando por exemplo informações sobre o progresso do processo, pode usar as seguintes opções:

    -db = mostrar quantos bytes foram compactados e quantos ainda faltam

    -dc = mostrar uma contagem dos arquivos zipados e quantos ainda faltam

    -dd = mostrar pontinhos na tela para cada 10MB de arquivos que foram compactados

    -ds = configurar a frequência com a qual os pontinhos irão aparecer

    -du = mostrar tamanho não comprimido de cada arquivo

Por exemplo, para mostrar a contagem de bytes compactados em progresso durante a compactação do conteúdo do diretório Documentos:

$ zip nome_arquivo_zipado -db -r /home/Documentos

9 – Para não incluir no arquivo compactado determinados arquivos, podemos usar a opção -x. Por exemplo, para não incluir arquivos de musica MP3 podemos usar o seguinte comando:

$ zip nome_arquivo_zipado -r /home/Documentos -x *.mp3

10- Caso deseje proteger o conteúdo do arquivo compactado, é possível criptografá-lo com uma senha usando a opção -e (será pedida a senha durante a compactação):

$ zip nome_arquivo_zipado -r /home/Documentos -e

11 – É possível especificar o nível de compressão a ser aplicada nos arquivos empacotados com o comando zip. Os níveis são representados por números entre 0 e 9, e quanto maior a compressão, menor o tamanho do arquivo gerado porém maior o tempo necessário para criar o arquivo zip. Por exemplo, suponha que se deseje usar compressão em nível 6 ao criar um arquivo zipado:

$ zip nome_arquivo_zipado -r /home/Documentos -6

Próximo: Como descompactar e descomprimir arquivos com comando unzip no Linux

 

Sobre Fábio dos Reis (1325 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*