Sistema de gerenciamento de pacotes APT no Linux

APT - Advanced Packaging Tool

O APT é um sistema de software que permite o gerenciamento de pacotes de software em distribuições Debian GNU/Linux e seus derivados, como o Ubuntu e Mint.

Ele contém uma série de ferramentas utilizadas no gerenciamento dos pacotes, permitindo realizar tarefas como:

  • Instalação de pacotes
  • Remoção de pacotes
  • Atualização do sistema

entre outras.

Arquivo de configuração: /etc/apt/sources.list

O APT usa um arquivo que lista as fontes de onde ele obterá os pacotes. Esse arquivo é o /etc/apt/sources.list

As entradas desse arquivo são normalmente formadas assim:

deb http://host/ distribuição seção1 seção2 seção3
deb-src http://host/ distribuição seção1 seção2 seção3

Onde deb e deb-src indicam o tipo de repositório: se ele armazena pacotes binários (deb), ou seja, pacotes pré-compilados prontos para instalação, ou se guarda pacotes fonte (deb-src), que são o código-fonte original do programa.

Vejamos um exemplo de entrada:

deb http://ftp.br.debian.org/debian/ wheezy main contrib non-free

Sempre que esse arquivo for modificado, deve-se rodar o comando apt-get update logo após. Isso deve ser feito para que o APT obtenha as listas de pacotes atualizadas das fontes especificadas. 

Acrescentando CD/DVD no arquivo sources.list

Podemos utilizar CDs ou DVDs como repositórios de pacotes do sistema. Para isso, insira o cd ou dvd da distribuição no drive, e emita o comando a seguir:

# apt-cdrom add

Logo em seguida, atualize a lista de pacotes disponíveis:

# apt-get update

Agora o conteúdo do CD/DVD também está indexado no sistema, e seus pacotes podem ser instalados por meio do comando apt-get install. na seção seguinte, vamos listar essa e outras opções desse comando.

Utilitário apt-get

O utilitário apt-get permite a manipulação de pacotes do APT a partir da linha de comandos.

É uma espécie de back-end para outras ferramentas que usam a biblioteca APT. O apt-get pode ser acessado por meio de interfaces front-end, como o aptitudesynaptic e wajig. Porém, neste tutorial, estamos interessado no uso direto da ferramenta no terminal.

Opções gerais do apt-get

A seguir temos as principais opções utilizadas com o comando apt-get:

1 - Instalar o(s) pacotes especificado(s):
# apt-get install nomes-pacotes
2 - Remover os pacotes especificados (desinstalar programas)
# apt-get remove pacote
3 - Remove os pacotes especificados, incluindo seus arquivos de configuração
# apt-get --purge remove pacote
4 - Atualizar os pacotes instalados no sistema. Com a opção -u é possível visualizar os pacotes que serão atualizados.
# apt-get upgrade
5 - Atualizar as listas de pacotes dos repositórios (não instala os pacotes, apenas descobre quais estão disponíveis):
# apt-get update
6 - Atualizar a distribuição para a versão mais recente:
# apt-get -u dist-upgrade
7 - Verificar a lista de dependências quebradas e tentra corrigi-las, instalando pacotes que sejam necessários:
# apt-get –f install
8 - Excluir todos os pacotes que foram baixados e já instalados
# apt-get clean
9 - Apagar todos os pacotes que não possam mais ser baixados
# apt-get autoclean
10 - Remover pacotes órfãos (pacotes sem utilidade e dependências de softwares já removidos)
# apt-get autoremove
11 - Baixar arquivos apenas, porém sem instalá-los
# apt-get -d
 
Sobre Fábio dos Reis (1256 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

2 Comentários em Sistema de gerenciamento de pacotes APT no Linux

  1. Cara parabéns pelo trabalho… acompanho vc no youtube.. e tenho usado os videos que fez sobre a lpi, para complementar meus estudos…
    abs

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*