Debian 8 Jessie (Linux) – Apresentação e Instalação

Debian 8 Jessie (Linux Operating System) - Apresentação e Instalação

Hoje foi disponibilizada para download a nova versão do sistema operacional Debian, a versão 8 codinome “Jessie”.
Essa versão será suportada pelos próximos 5 anos, e possui diversas novidades interessantes como:
  • Novo sistema init padrão, o systemd (o sistema antigo, o sysvinit ainda está disponível no Jessie).
  • Melhorias no suporte à UEFI (Unified Extensible Firmware Interface)
  • Melhorias nos sistemas de busca do código-fonte e um novo sistema de rastreamento de pacotes.
  • Atualizações em diversos pacotes de software, tais como:
    • Apache 2.4.10
    • GIMP 2.8.14
    • GNOME 3.14
    • Iceweasel 31.6.0
    • LibreOffice 4.3.3
    • Linux Kernel 3.16.7
    • MariaDB 10.0.16
    • MySQL 5.5.42
    • OpenJDK 7u75
    • PHP 5.6.7
    • PostgreSQL 9.4.1
    • Samba 4.1.17
    • Xen Hypervisor 4.4.1
    • Xfce 4.10
E muitos outros, totalizando mais de 43 mil pacotes prontos para uso. Você pode baixar a imagem iso para instalação da nova versão do Debian no link a seguir:  

Instalação do Debian 8 Jessie

Após baixar e gravar a imagem iso, insira o DVD no drive, inicie a máquina e espere a tela do menu de instalação aparecer. Selecione a opção Graphical Install e pressione Enter:
  Na próxima tela selecione o idioma da instalação (Português do Brasil) e clique em Continue:
   
Marque “Sim” na próxima tela, que nos avisa que a tradução para o Português do Brasil ainda está incompleta. Alguns diálogos podem aparecer em inglês. Clique em Continuar.
Selecione agora sua localidade e clique em Continuar:
Na próxima tela, escolha o layout de seu teclado e clique em Continuar:
 
Aguarde enquanto componentes do instalador são carregados a partir do DVD:
DIgite um nome para a máquina e clique em Continuar:
Se houver um domínio em sua rede, digite seu nome na tela a seguir. Caso contrário, deixe a caixa de texto em branco e clique em Continuar.
Digite a senha do root e confirme-a na tela seguinte. Clique em Continuar:
Agora digite o nome completo do usuário a ser criado no sistema (geralmente, você mesmo). Clique em Continuar:
Agora escolha um nome de logon para a sua conta de usuário e clique em Continuar:
E, finalmente, escolha uma senha para seu usuário, confirme-a e clique em Continuar:
Agora selecione sua localidade (estado) na tela seguinte para ajuste do fuso horário, e clique novamente em Continuar:
Vamos particionar o disco rígido agora. Selecione o primeiro método - “Assistido - usar o disco inteiro” para simplificar e clique em Continuar:
Na próxima tela, selecione o disco que será particionado e clique em Continuar:
Agora vamos escolher o esquema de particionamento. Para um melhor desempenho e segurança do sistema, vamos escolher a segunda opção, que usa a partição /home separada. Clique em Continuar:
Na tela seguinte, verifique se as opções de particionamento escolhidas estão corretas e, em caso positivo, selecione “Finalizar o particionamento e escrever as mudanças no disco”, e clique em Continuar:
E, na tela de confirmação do particionador, clique em “Sim” em “Escrever as mudanças nos discos?” e clique em Continuar.
Agora aguarde enquanto os discos são particionados e formatados, e o sistema operacional é instalado:
Na tela seguinte você pode optar por incluir outros DVDs com pacotes de software na instalação. Se você tiver baixado DVDs adicionais, responda “Sim” à pergunta “Ler outro CD ou DVD?”. Caso contrário, clique em “Não”, e então em Continuar.
A próxima tela é muito importante. Clique em “SIm” para que possamos escolher um espelho de rede (repositório de software), e clique em Continuar:
   
Selecione o país do espelho de rede e clique em Continuar:
E selecione o repositório desejado. Recomendo usar o primeiro da lista, que é o ftp.br.debian.org. Clique em Continuar:
 
Na próxima tela você pode informar o endereço do servidor proxy de sua rede, se houver. Caso não haja um proxy em sua rede, deixe a caixa de texto em branco e simplesmente clique em Continuar:
   
Aguarde enquanto o gerenciador de pacotes é configurado:
Na próxima tela, selecione se deseja participar do Concurso de Utilização de Pacotes. Eu marcarei a opção “Não” por se tratar apenas de uma máquina de testes. Clique em Continuar:
Na próxima tela vamos selecionar o software que será instalado no sistema. Uma novidade na versão 8 do Debian é que podemos escolher agora diversas interfaces gráficas de uma vez para instalação. Vou selecionar apenas a interface GNOME, Deixarei marcadas também as opções servidor de impressão e Utilitários standard de sistema. Clique então em Continuar:
E agora aguarde enquanto os pacotes de software selecionados são instalados:
   
Na próxima tela vamos selecionar o gerenciador de sessão padrão do sistema. Esse é, basicamente, o programa que nos permite efetuar o login na interface gráfica. Vou selecionar o gerenciador gdm3 (padrão do GNOME). Clique em Continuar.
E aguarde enquanto mais pacotes são instalados no sistema:
Após a instalação dos pacotes selecionados, vamos configurara instalação do gerenciador de inicialização GRUB. Marque a opção “Sim” na tela seguinte e clique em Continuar:
   
E na próxima tela, selecione o dispositivo onde o GRUB será instalado (normalmente, no dispositivo /dev/sda). Clique em Continuar
   
Aguarde enquanto a instalação é finalizada:
Instalação finalizada com sucesso!. Clique em Continuar para reiniciar o computador e começar a usar o novo sistema instalado. Não se esqueça de remover a mídia de instalação antes!:
Após reiniciar, escolha a primeira opção na tela do GRUB para dar o boot no sistema operacional Debian GNU/Linux:
Na tela do gerenciador de sessão, clique no nome de seu usuário para efetuar logon:
 
Digite sua senha e clique em Entrar:
   
Perfeito! Veja abaixo a área de trabalho do Debian 8 Jessie após o logon:
Se estiver usando a interface GNOME, clique no menu Atividades para ter acesso aos programas instalados no computador:
Assista a um vídeo da Bóson Treinamentos mostrando o processo de instalação detalhado:
Sobre Fábio dos Reis (1096 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Astronomia, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

3 Comentários em Debian 8 Jessie (Linux) – Apresentação e Instalação

  1. Olá Fábio tudo bem?
    Parabéns pelo o conteúdo desta videos aula muito bom esse Debian mesmo amei,só que eu prefiro o velho navegar firefox,esse é legal mais como eu farei pra trocar? Preciso ter que tirar o iceweasel, se poder agudar ficarei mais agradecido.Abraço

    • Bruno Bicalho // 16/09/2015 em 11:55 // Responder

      Miguel, no shell vc pode aplicar o comando apt-get install firefox que ele baixará e instalará o navegador normalmente. se achar que tem necessidade de remover o iceweasel aplique o comando: apt-get remove –purge iceweasel que removerá totalmente e sem rastro de diretórios e arquivos, isso se quiser realmente e tiver vontade de remove-lo, mas quando o firefox falhar, o iceweasel poderá te salvar do aperto, portanto analise bem a sua necessidade.

      Abs.

  2. João Damasceno // 30/06/2016 em 10:31 // Responder

    Fábio, bom dia: Já há um bom tempo acompanho teu site e em especial no YouTube, realmente muito bom. Agora seguinte: Há anos (11 anos) uso SOMENTE o Ubuntu (com o Unity), porém, desde o início do Unity tenho enfrentado uma infinidade de problemas de desempenho. Gostaria de saber se seria interessante? o que ganho? o que perco por migrar para o Debian MATE? mesmo que em detrimento do Ubuntu MATE ou Lubuntu, Xubuntu etc. O Debian oferece 5 anos de suporte? é isso mesmo? para o processo de atualização eu tenho que utilizar sudo apt-get update && sudo apt-get upgrade ou ele oferece algum serviço de atualização automática? Há no Debian algo como uma “Central de Programas”? Ou todos os programas devem ser baixados via Terminal “sudo apt-get install VLC, Clementine, KILE, Chromuin… “. Migração é pesada? ruim? é algo complexo? digo isso porque não tenho lá muito tempo para ficar “lutando” com certas peculiaridades de configurações, adequações etc. com o Debian (ao menos não por enquanto). Valeu e tudo de bom.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*