Como particionar discos com o utilitário GNU Parted no Linux

GNU Parted – Programa para manipulação de partições de disco no Linux

O utilitário parted é um programa que permite efetuar o particionamento de discos no Linux, assim como o redimensionamento de partições existentes nos discos. Com ele é possível criar, excluir, redimensionar e realizar outras operações em diversos tipos de partições, incluindo partições formatadas com sistemas de arquivos como ext3, linux-swap, FAT, reiserfs e muitas outros.

Sintaxe

parted [opções] [dispositivo [comando [opções...]...]]

Opções mais comuns:

-l, –list Lista o layout das partições em todos os dispositivos de bloco presentes
–version Verificar a versão do programa

Comandos

O programa parted é interativo, o que significa que após executá-lo, você terá um prompt específico para digitar os comandos próprios do utilitário. Abaixo temos uma lista básica dos principais comandos disponíveis:

mkfs PART TIPO-FS Cria um sistema de arquivos do tipo TIPO-FS na partição PART

mklabel TIPO-LABEL Cria uma nova tabela de partição do tipo TIPO-LABEL, a qual pode ser bsd, gpt, loop, mac, msdos, sun, pc98 ou dvh

mkpart TIPO-PART [TIPO-FS] início fim Cria uma partição do tipo TIPO-PART com o sistema de arquivos TIPO-FS (opcional) começando em início e terminando em fim (especificados em megabytes por padrão). O TIPO-FS pode ser fat16, fat32, ext2, ext3, HFS, linux-swap, NTFS, reiserfs ou ufs. O TIPO-PART pode ser primary (primária), extended (estendida) ou logical (unidade lógica)

move partição início fim Move a partição para começar em início e terminar em fim

name partição nome Nomeia a partição com o nome fornecido. Funciona apenas quando o rótulo de disco (disklabel) da partição for mac, pc98 ou GPT. Nomes compostos podem ser colocados entre aspas.

print Mostra a tabela de partição do disco selecionado. Com a opção all mostra as tabelas de partição de todos os discos.

quit Sai do utilitário

rm partição Exclui a partição indicada

select dispositivo Escolhe o dispositivo para ser o dispositivo atual que será editado. No geral, é um dispositivo do Linux, tal como /dev/sdb, mas pode ser também uma partição de disco específica ou um dispositivo de RAID por software ou ainda um volume lógico LVM.

set partição flag estado Muda o estado da flag na partição para o estado desejado. As flags suportadas são: boot (Mac, msdos), root (Mac), swap (Mac), raid (msdos), lvm (msdos) ou lbs (msdos). Os estados possíveis são on ou off.

unit unidade Configura a unidade que será usada para mostrar tamanhos de partições e discos, e também para entender a entrada do usuário quando não for fornecido um sufixo de unidade apropriado. A unidade pode ser “s” (setores), “B” (bytes), “kB”, “MB”, “MiB”, “GB”, “GiB”, “TB”, “TiB”, “%” (porcentagem do tamanho do dispositivo), “cyl” (cilindros), “chs” (cilindros, cabeças e setores) ou “compact” (megabytes para entrada, e formato amigável para saída).

Como instalar o parted

Para instalar o parted em seu sistema Linux, utilize os comandos abaixo:

Em sistemas Debian e derivados:

# apt-get install parted

Sistemas baseados em Red Hat EL, como CentOS e Fedora:

# yum install parted

Sistemas Fedora (a partir da versão 22):

# dnf install parted

Exemplos de uso do parted

1. Verificar a versão do parted instalada

$ parted --version

particionar discos com parted no linux

2. Entrar no programa particionador

$ sudo parted

usando o comando parted no linux

Note que ao entrar no parted, é exibido um prompt de comandos específico do utilitário. A mensagem “Usando /dev/sda” indica que o disco padrão atual é o /dev/sda – e devemos nos certificar de mudar esses disco para particionar e gerenciar outro disco no sistema.

3. Listar as partições disponíveis no sistema e informações básicas sobre todos os discos (após entrar no parted):

(parted) print all

particionar HD no linux com parted

São exibidos todos os discos detectados no sistema. No caso acima, podemos ver que existem dois discos conectados a meu computador: o disco /dev/sda, onde o Linux está instalado, e o disco /dev/sdb, disco de 8GB que ainda não possui nenhuma partição. É com ele que vamos trabalhar nos exemplos adiante.

4. Selecionar um disco para trabalho (no caso, /dev/sdb)

(parted) select /dev/sdb

como particionar disco rígido no linux com comando parted

Para ver informações sobre o disco selecionado:

(parted) print

5. Criando uma partição no disco selecionado (/dev/sdb). Primeiramente, vamos criar um label (tabela de partições) do tipo desejado no disco. Criaremos uma tabela do tipo msdos (MBR):

(parted) mklabel msdos

Agora vamos chamar o comando interativo mkpart para criar a partição:

(parted) mkpart

como particionar un HD en linux con comando parted

Vamos entender cada pergunta e a resposta empregada:

Tipo de partição? Aqui vamos deerminar se a partição será primária, estendida ou uma unidade lógica (estamos usando esquema MBR, como definido no comando mklabel).

Tipo de sistema de arquivos? Vamos definir qual será o sistema de arquivos a usar. O padrão é o ext2, mas vou escolher o ext3.

Iniciar? Local onde a partição inicia no disco. Vou usar o valor 0% para que a partição possa ser alinhada pelo parted, o que significa melhor performance em operações de escrita no disco. Outro valor recomendável para o tipo de partição escolhido é 2048s (setor 2048).

Terminar? Local onde a partição terminará. Pode ser expresso em setores, cilindros, MB, GB, TB, porcentagem de disco ou ainda com o código -1s, que significa o último setor no drive. Neste caso, a partição cobrirá o disco todo.

Vamos emitir o comando print para ver como ficou nosso particionamento:

(parted) print

how to partition a hdd in linux with parted command

Na saída mostrada podemos ver:

  • Tipo de Partição: msdos
  • Número da partição: 1 (/dev/sdb1)
  • Início: 1049kB
  • Fim: 8590MB
  • Tamanho: 8589MB
  • Tipo: primária
  • Sistema de arquivos (ID): ext3
  • Opções (flags): lba

A partição criada ainda não foi formatada. Especificar a opção ext3 para o sistema de arquivos apenas configurou o ID correto para o sistema de arquivos que será utilizado.

Para formatá-la, vamos sair do programa:

(parted) quit

E então formatar a partição com o utilitário mkfs.ext3:

$ sudo mkfs.ext3 /dev/sdb1

disk partitioning in linux with the parted utility

Podemos agora verificar a partição criada e formatada com o comando file -Ls /dev/sdb1:

$ sudo file -Ls /dev/sdb1

particionado de discos en linux con la utilidad parted

É isso aí! Neste tutorial mostramos a sintaxe do utilitário parted no Linux, e ensinamos a criar uma partição em um disco rígido com ele. No próximo tutorial vamos mostrar como alterar e excluir partições usando esta ferramenta.
Até lá!

 

Sobre Fábio dos Reis (1325 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Consultar e excluir partições com o utilitário parted no Linux - Bóson Treinamentos em Tecnologia

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*