Shell Scripting – Arrays de Ambiente – Variáveis com múltiplos valores – 03

Arrays de Ambiente em Shell Scripting

As variáveis de ambiente em shell scripting no Linux podem ser usadas como arrays - variáveis que podem armazenar múltiplos valores, em vez de um único valor, como as variáveis comuns operam. Para configurar um array de ambiente, basta listar os seus valores entre parênteses e separados por espaços ao declará-lo, como no exemplo a seguir: TESTEARRAY=(laranja morango acerola abacaxi) O array TESTEARRAY é criado contendo quatro elementos, laranja, morango, acerola  e abacaxi. Note que não se deve usar espaços entre o nome do array, sinal de igualdade e a lista de elementos (parêntese inicial).

Acessando elementos no array de ambiente

Para acessar um elemento no array, use seu número de índice (posição, entre colchetes) contando a partir de zero (e todo o conjunto entre chaves): echo ${TESTEARRAY[1]} No exemplo, acessamos o elemento da posição 1 do array (que é o segundo elemento, contado a partir de zero, e que corresponde à palavra "morango" em nosso exemplo).

Listando o array de ambiente completo

Para mostrar todo  conteúdo do array, use o sinal de asterisco * no lugar do índice: echo ${TESTEARRAY[*]}

Outras operações com arrays de ambiente:

Alterar valores de uma posição específica: TESTEARRAY[2]=banana Remover itens individuais: unset TESTEARRAY[2] Remover o array todo: unset TESTEARRAY[*] Confira no vídeo a seguir uma aula sobre Arrays de Ambiente em Shell Scripting:
Sobre Fábio dos Reis (1096 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Astronomia, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

2 Comentários em Shell Scripting – Arrays de Ambiente – Variáveis com múltiplos valores – 03

  1. boa tarde!!
    porque você num separa as vídeo aulas de lpi linux por módulos, um exemplo assim instalação do linux comando linux redes linux

    fica mais fácil para nos iniciantes aprender.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*