Nmon – Analisando e monitorando um sistema Linux

Nmon

Neste artigo vamos instalar e aprender a utilizar um utilitário de linha de comandos para monitoramento e análise de uma sistema Linux chamada nmon.

O nmon pode ser utilizado para realizar a análise de diversos parâmetros em seu sistema, permitindo efetuar benchmarks, verificar a performance de itens de hardware e até mesmo auxiliar a resolver problemas em um servidor, por exemplo.

Entre os parâmetros que podem ser observados com o uso do nmon estão os seguintes:

  • CPU
  • Memória RAM
  • Sistemas de arquivos
  • Discos
  • Processos em execução
  • NFS
  • Recursos
  • Kernel

E alguns outros. O nmon é um utilitário interativo, de fácil utilização, com uma interface bastante intuitiva contendo os comandos que podem ser utilizados para realizar suas tarefas. Os dados são atualizados na tela a cada dois segundos, por padrão.

Vamos proceder então à sua instalação

Instalando o nmon

Utilizarei como exemplo um sistema Linux Ubuntu, mais precisamente um Xubuntu para a instalação e testes do utilitário. Para efetuar sua instalação nestes sistemas (ou em qualquer sistema baseado em Debian), use o comando a seguir:

$ sudo apt-get install nmon

Trivial não?

Usando o nmon

Para realizarmos o monitoramento de performance do sistema Linux, digite o comando a seguir no terminal para executar o nmon:

$ nmon

Você verá a tela a seguir no terminal:

Tela inicial do nmon - Linux

Como podemos ver na própria tela, para acessarmos a ajuda do nmon basta digitar a tecla H (no próprio nmon) ou um dos comandos a seguir (a partir do terminal):

$ nmon -?

$ nmon -h

Para acessar os módulos de monitoramento basta pressionar a tecla indicada na listagem apresentada. Se quiser desligar o monitoramento do item basta pressiona a mesma tecla novamente. Vejamos alguns exemplos:

Coletar estatísticas de CPU

Basta pressionar a tecla “c” quando no nmon:

Coletando estatísticas de CPU com nmon no Linux

Pressionando novamente a tecla “c” a coleta e exibição de informações sobre a CPU será encerrada.

Coletar informações sobre memória

Para coletar dados sobre a memória basta usar a tecla “m”:

nmon - estatísticas de memória no Linux

Como eu não encerrei a coleta de dados da CPU, ambas são exibidas no terminal agora.

Outras estatísticas importantes podem ser acessadas com o uso das seguintes teclas:

  • j = sistemas de arquivos
  • n = Rede
  • r = Recursos do sistema
  • d = Discos
  • t = Processos principais
  • N = NFS
  • k = kernel
  • V = memória virtual
  • h = informações da ajuda
  • q = sair do utilitário

É possível também capturar os dados monitorados e gravá-los em um arquivo, em vez de exibi-los na tela. Para isso usamos os parâmetros a seguir:

-f  Indica que queremos gravar os resultados em uma arquivo (o nome é gerado automaticamente)

-s X  X é o intervalo, em segundos, entre cada captura de dados

-c Y  Y é o número de  vezes (refreshes) que o nmon capturará dados.

Por exemplo, queremos realizar a captura de dados para um arquivo, com leituras a cada 5 segundos, 10 vezes em sequência:

$ nmon -f -s 5 -c 10

Na da será exibido no terminal, mas a captura está ocorrendo. Cerca de 50 segundos depois (10 x 5 segundos), ela terminará, e poderemos acessar o arquivo criado:

$ ls

Captura de dados com nmon no Linux

Foi criado o arquivo fabio-xubuntu_160110_2050.nmon (o nome do arquivo traz a data e hora da captura, além do nome do computador, e a extensão .nmon).

O arquivo gerado está no formato CSV (comma-separated values), ou seja, valores separados por vírgulas. Desta forma, pode ser carregado em um editor de planilhas qualquer para facilitar a análise, bastando para isso classificar os dados do arquivo antes com o comando sort (e possivelmente usando a extensão .csv no arquivo). Geralmente esse procedimento não é necessário se você for utilizar o Excel para analisar os dados. Neste caso, é recomendável usar o recurso nmon analyzer para preparar os dados que serão exibidos no Excel. Mais informações sobre o nmon analyzer podem ser obtidas no site da IBM: http://www.ibm.com/developerworks/aix/library/au-nmon_analyser/

É isso aí!

Sobre Fábio dos Reis (1379 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*