Como adicionar espaço de swap no Linux

Adicionando espaço de swap no Linux

Muitas vezes precisamos adicionar mais espaço de swap em um sistema Linux após sua instalação. Casos clássicos dessa necessidade incluem um upgrade de memória RAM do computador, ou a instalação e uso de alguma aplicação que demande mais espaço de swap do que o existente no sistema no momento.

Para adicionar mais espaço temos duas opções: podemos adicionar uma partição ou então criar um arquivo de swap. O mais recomendado é adicionar uma nova partição, mas se não for possível, a segunda opção resolve o problema.

Verificando o espaço de swap atual

Podemos verificar o tamanho da área de troca atual no sistema com o comando free:

free

Verificando tamanho do swap com comando free no Linux

Podemos observar na saída do comando que neste sistema de testes temos cerca de 1,7 GB de espaço de troca disponíveis (1748988 kB).

Outra opção é usar o comando swapon com a opção -s (como root):

swapon -s

Ou ainda visualizar o conteúdo do arquivo /proc/swaps:

cat /proc/swaps

Vamos demonstrar como realizar a adição de swap das duas formas a seguir.

Adicionando swap com uma nova partição

Para isso usaremos um novo disco rígido. É possível usar um disco existente, se houver espaço suficiente, mas ele deve ser desmontado antes, pois o disco não pode estar em uso para a criação da partição.

Os comandos necessários devem ser executados como root, ou usando o sudo.

1 – Crie a partição usando parted, fdisk ou sua ferramenta preferida. Por exemplo, vamos supor que será utilizado o disco /dev/sdc para a criação dessa partição. Usando o parted, execute o comando a seguir:

parted /dev/sdc

E siga o procedimento normal de criação de partições, criando uma partição do tipo linux-swap no disco.

Saia do particionador, não se esquecendo de salvar as alterações se necessário.

2 – Após criar a partição, vamos configurá-la com o comando mkswap. Execute o comando a seguir:

mkswap /dev/sdc1

Obs.: altere o arquivo de dispositivo de acordo com o seu sistema.

3 – Vamos habilitar a partição de swap imediatamente:

swapon /dev/sdc1

4 – Para habilitá-la durante a inicialização do sistema, edite o arquivo /etc/fstab acrescentando a seguinte linha:

/dev/sdc1 swap swap defaults 0 0

Assim quando o sistema for inicializado, a partição de swap será habilitada automaticamente.

5 – Verifique se o espaço de swap está habilitado:

free

Adicionando espaço com um arquivo de swap

1 – O primeiro passo aqui é determinar qual será o tamanho do arquivo de swap a ser acrescentado em megabytes (MB), e multiplicar esse valor por 1024 para determinar o tamanho do bloco de arquivo. Por exemplo, o tamanho de bloco de um arquivo de swap de 1GB será 1024MB x 1024 = 1048576

2 – Execute o comando a seguir. O parâmetro count deve ser igual ao tamanho do bloco calculado, e o parâmetro of é igual ao nome de arquivo desejado para o espaço de swap novo. No caso, vou usar o nome “arquivoswap”:

dd if=/dev/zero of=/arquivoswap bs=1024 count=1048576

3 – Configure o arquivo de swap:

mkswap /arquivoswap

4 – Habilitando o arquivo de swap imediatamente:

swapon /arquivoswap

É recomendável alterar a permissão do arquivo para 0600 (mas não obrigatório). Para isso execute o comando a seguir:

chmod 600 /arquivoswap

5 – Para habilitar o arquivo durante a inicialização do sistema, edite o arquivo /etc/fstab como segue:

/arquivoswap swap swap defaults 0 0

Assim quando o sistema for inicializado, o arquivo de swap será habilitado automaticamente.

6 – Verifique se o espaço de swap está habilitado:

free

Espaço de swap aumentado no Linux

Veja que o espaço de troca do disco aumentou conforme desejado. Procedimento finalizado com sucesso!

É isso aí! Até a próxima.

Sobre Fábio dos Reis (1325 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*