Descobrindo informações sobre o processador de seu computador com lscpu

Comando lscpu

O comando lscpu nos permite descobrir informações sobre a CPU (ou CPUs) instalada em seu computador. Podemos visualizar dados sobre uma CPU ou núcleo em particular, ou sobre todos os processadores e núcleos de processamento de uma vez.

Este utilitário obtém as informações a partir de sysfs e /proc/cpuinfo.

Sintaxe do comando:

lscpu  [opções]

Há diversas opções disponíveis para este comando, sendo as mais comuns as seguintes:

-a, –all Inclui informações sobre CPUs online e offline. Deve ser usada juntamente com as opções -e ou -p

-b, –online Limita a saída às CPUs online. Deve ser utilizada somente em conjunto com as opções -e ou -p

-c, –offline Limita a saída às CPUs offline. Deve ser utilizada somente em conjunto com as opções -e ou -p

-e, –extended[=lista]  Mostra informação sobre a CPU em formato legível por humanos, Se o argumento lista for omitido, todas as colunas para as quais há dados disponíveis serão incluídas na saída do comando.

-p, –parse[=lista] Otimiza a saída do comando para um parseamento facilitado, ou seja, permite escolher quais características da CPU serão exibidas, incluindo número, soquete, velocidades máxima e mínima, informações sobre cache, entre outras.

-x, –hex Utiliza máscaras em hexadecimal para os conjuntos de instruções da CPU. Por padrão, os conjuntos são impressos em formato de lista

Exemplos:

Abaixo você pode ver a saída gerada em meu computador após a execução do comando lscpu, sem parâmetros:

# lscpu

Comando lscpu no Linux

É possível visualizar uma grande quantidade de informações com o comando. Você pode ver que este computador possui uma CPU Intel, Core i5 M 480, com 256KB de cache L2, com quatro núcleos de processamento e arquitetura de 64 bits (como esperado), além de inúmeras outras informações específicas.

Essas mesmas informações podem ser obtidas examinando o arquivo /proc/cpuinfo. Veja a seguir o conteúdo deste arquivo:

# less /proc/cpuinfo

Comando lscpu no Linux - processador

Há muito mais informações disponíveis neste arquivo, como podemos ver pela figura acima, e boa parte dessas informações pode ser exibida usando-se o comando lscpu.

Exemplo 02: Vamos visualizar os núcleos de processamento e CPUs disponíveis em nosso computador. Para isso vamos usar a opção -e e filtrar a informações usando palavras-chave:

# lscpu -e=CPU,CORE

lscpu - linux

Foram listadas as CPUs 0, 1, 2 e 3, que correspondem aos quatro núcleos de processamento do microprocessador i5, e o comando numerou os núcleos (coluna CORE) em pares 0 e 1 para cada CPU lógica.

Abaixo temos uma listagem de algumas das colunas (palavras-chave) que podemos usar para filtrar informações na saída deste comando:

CPU Número lógico da CPU da forma como é usado pelo kernel do Linux.

CORE Número lógico do núcleo de processamento.

SOCKET Número lógico do socket. Um socket pode conter vários cores (núcleos).

CACHE Informação sobre como os caches são compartilhados entre as CPUs.

ADDRESS Endereço físico da CPU

ONLINE Indicador que mostra se a instância atual do Linux está fazendo uso da CPU

Há outras opções além dessas, que podem ser consultadas a partir das páginas de manual do comando lscpu.

Diversos outros comandos estão disponíveis no Linux para verificação de configurações de hardware do sistema, tais como lsblk, lsusb, lspci e outros. Vamos tratar desses comandos nos próximos artigos. Até mais!

 

Sobre Fábio dos Reis (1273 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*