15 exemplos de comandos do editor de textos nano no Linux

Editor GNU nano

O editor de textos GNU nano é um dos editores mais simples de usar no terminal do Linux. Neste tutorial, vamos mostrar alguns atalhos de teclas e exemplos de uso do editor para que você possa aumentar a produtividade e trabalhar de forma mais simples ao lidar com arquivos de texto, como arquivos de configuração do Linux, por exemplo.

A versão mais atual do pacote é a 2.5.3, e o site oficial do projeto é o http://www.nano-editor.org/.

Alguns dos atalhos de teclas usados são listados na própria tela do nano, na área do rodapé; vejamos estes e alguns outros exemplos de comandos a seguir.

Tela do editor de textos GNU nano com um arquivo novo aberto no Linux

Tela do editor de textos GNU nano com um arquivo novo aberto.

Exemplos de uso

1 – Abrir o editor de textos sem carregar nenhum arquivo:

nano

2- Sair do nano (atalho de teclas):

Ctrl + x

2. Abrir um arquivo de nome texto.txt (se não existir, será criado):

nano texto.txt

3. Salvar as modificações realizadas no arquivo (atalho de teclas):

Ctrl + o <enter>

4. Salvar um arquivo com outro nome ou uma cópia em outro local (equivalente a “Salvar como”):

Ctrl + o <caminho_nome> <enter> S

5. Abrir três arquivos de texto de uma só vez:

nano arq1 arq2 arq3

Neste caso somente o primeiro arquivo da listagem de argumentos passada (arq1) será mostrado; para alterar os buffers e acessar os outros arquivos abertos (arq2 e arq3), pressione as sequências de teclas Alt + > ou Alt + <.

6. Abrir um arquivo em modo somente-leitura:

nano -v arq1

7. Ir para uma linha e coluna específicas (com o arquivo já aberto):

Alt + g <número da linha, [número da coluna]>

O número da coluna é opcional.

8. Levar o cursor para o início e para o final do documento:

Para o início: Alt + \

Para o final: Alt + /

9. Rolar uma página para frente e para trás:

Para frente: Ctrl + v

Para trás: Ctrl + y

10. Recortar a linha toda onde se encontra o cursor e guardá-la no buffer de transferência:

Ctrl + k

Essa opção pode ser usada para apagar uma linha inteira.

11. Colar o conteúdo do buffer de transferência no local onde se encontra o cursor:

Ctrl + u

12. Efetuar uma busca por palavra no texto:

Ctrl + w <palavra> <enter>

Para repetir a busca pela mesma palavra, digite Alt + w

13. Invocar a ajuda do programa:

Ctrl + g

13. Selecionar texto (região) para copiar ou recortar trechos de texto:

Primeiramente, posicione o cursor no local a partir de onde o texto desejado será selecionado (a seleção pode ser feita tanto para frente quanto para trás)

Pressionar a combinação de teclas Alt + a para ativar a marcação de textos (modo de seleção)

Efetuar a seleção usando as setas de direção do teclado.

14. Copiar região (texto) para buffer de transferência:

Após selecionar o texto desejado como mostrado no item #13, pressione agora a combinação de teclas Alt + 6 para copiar o conteúdo selecionado para o buffer de transferência.

Para colar o texto em outro local dentro do arquivo, posicione o cursor no destino e use a combinação Ctrl +u, como mostrada no item #11.

15. Mostrar a posição atual do cursor dentro do texto, incluindo linha, coluna e número do caractere:

Ctrl + c

Existem muitas outras opções de uso e configuração do nano, incluindo suporte a cores, histórico, identação e suporte a mouse, as quais mostraremos em outro artigo. O conjunto completo de atalhos de teclas do nano pode ser consultado nas página de manual do editor, executando o comando a seguir em um terminal:

man nano

 

Sobre Fábio dos Reis (1325 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

2 Comentários em 15 exemplos de comandos do editor de textos nano no Linux

  1. Você é um excelente Professor, e um ser humano extremamente útil.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*