Lily – o Drone que te segue e filma automaticamente

Em um mundo de câmeras de ação e “paus de selfie”, uma nova câmera está prestes a levar as coisas a um novo patamar. Trata-se da Lily, um drone que segue você enquanto grava vídeo em HD de suas aventuras.

Descrita como a “Primeira câmera ‘jogue-e-dispare’ do mundo” o Lily é basicamente uma câmera de ação embutida em um drone com um belo sistema de processamento. Basta colocar um dispositivo de rastreamento em seu bolso, ou em um case de pulso à prova d´água, atirar o Lily ao ar, e pronto. Ele começa a voar e utiliza GPS e visão de computador para seguir você, ao mesmo tempo em que grava vídeo.

Drone Lily

Drone Lily

“Não é necessária nenhuma configuração,” diz no website.”Apenas jogue o Lily ao ar e comece a filma um novo vídeo. Simples assim.”

Ele é capaz de capturar Vídeo em HD 1080p, slow-motion em 720p, e fotos em 12 megapixels. Possui uma bateria embutida de Lítio-íon que permite 20 minutos de tempo de vôo com uma carga de duas horas, e possui a classificação IP67 de dispositivos à prova d´água, o que significa que ele funcionará bem a até um metro embaixo d´água.

É possível até usá-lo em água salgada, mas nesse caso você terá de enxaguar os motores após cada mergulho, pois ficam sujeitos a corrosão após um certo tempo. Afinal de contas, é um drone, e não um submarino!
No ar, ele pode voar a até 40 Km/h. Ele fica suspenso a pelo menos 1,5 metros acima de sua cabeça, porém pode voar a até 30 metros de altura, se você quiser. O dispositivo rastreador possui um microfone, o qual permite gravar sons; o Lily automaticamente sincroniza o áudio com o vídeo enquanto o grava.
O preço sugerido para o Lily é de US$ 999.00, mais taxas e frete, mas é possível encomendá-lo agora pela metade do preço (500 dólares), e espera-se que seja enviado a partir de fevereiro de 2016.
Para mais informações, acesse o site do Lily.

Lily Rastreador Pulso

Rastreador de pulso para o Lily

O Lily é um projeto dos engenheiros Henry Bradlow Antoine Balaresque, que construíram o primeiro protótipo em setembro de 2013 em um laboratório de robótica da universidade U.C. Berkeley.

“Nossa missão é liberar a criatividade humana inventando ferramentas que permitam sua expressão sem esforço”, o time do Lily escreveu em sue website. “Acreditamos que grandes produtos são construídos com um propósito muito claro.”

Fontes: PCmag, Lily

Sobre Fábio dos Reis (1325 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*