Canonical, Microsoft, GE e Acer em parceria na Internet das Coisas

Canonical (Ubuntu), Microsoft, GE e Acer em parceria na Internet das Coisas

A Canonical e a Microsoft, que já estavam trabalhando em conjunto para trazer as ferramentas Juju DevOps para o Windows e trazer o Windows Server para o OpenStack, estão trabalhando com a DataArt em uma solução de manutenção preditiva industrial IoT. Ela irá combinar os esforços em IoT, Nuvem, big data, aprendizagem de máquina, e Docker das três empresas. Para integrar tudo isso eles usarão o Ubuntu “Snappy” , DeviceHive, e Juju Charms. A Microsoft também usará um serviço Azure para gerenciar e capturar dados de máquina.

“Com os dispositivos se tornando cada vez mais inteligentes, menores, e preços de custo caindo com o aumento da escala e demanda, estamos vendo inovação emocionante no mercado de IoT”, disse Anko Duizer, Diretor Técnico Evangelismo e Desenvolvimento da Microsoft. “Os sistemas industriais inteligentes precisam de um fluxo de informações seguro de e para milhões de dispositivos e sistemas para obter e realizar ações sobre resultados orientados a dados. A DataArt, com seu desenvolvimento da plataforma DeviceHive, combina tecnologia especializada e expertise vertical que podem agora ser facilmente consumidas via Microsoft Azure Marketplace.”

Isto irá funcionar com o “Snappy” Ubuntu rodando como o sistema operacional dos dispositivos IoT. Ela irá, em seguida, usar a implementação da DataArt das comunicações máquina-a-máquina do DeviceHive para enviar dados para uma nuvem OpenStack baseada em Ubuntu, onde Juju charms gerenciarão os dispositivos. Finalmente, os Juju Charms do  DeviceHive JuJu no Azure serão usados para conectar dispositivos inteligentes a um grande back-end de dados.

A Canonical também irá exibir seus outros produtos e serviços IoT desenvolvidos com o “Snappy” Ubuntu Core na IoT World em San Francisco – EUA, nos dias em 12 e 13 de maio.

Com a GE, a Canonical irá demonstrar o primeiro freezer habilitado para IoT disponível comercialmente, o ChillHub. Este refrigerador inteligente roda o Snappy Ubuntu Core. Além de manter sua cerveja gelada, o ChillHub é uma plataforma de desenvolvimento aberta projetado para fabricantes, hackers, amadores e desenvolvedores. Através de uma iteração de design rápida por meio de impressão 3D usando MakerBot e outras impressoras 3D, os membros da comunidade colaboram em produtos e recursos para personalizar e criar novos usos para seus refrigeradores. O ChillHub, um Refrigerador Freezer top de 510 litros, irá ser listado por US$ 999,00 e pode ser encomendado no site FirstBuild.com.

Refrigerador Chilihub

Refrigerador Chilihub

Mais produtos GE / Canonical virão. Um deles, um vencedor do prêmio da Canonical e GE no hackaton “Hack the Home” hackathon, pode ser o Crockwatch, uma panela elétrica inteligente.

Jason Chodyniecki, um Arquiteto de Appliances e Dispositivos Wi-Fi de Iluminação da GE, disse em um comunicado: “Eu acho que o Snappy vai resolver os problemas que só agora estão se tornando aparentes com a Internet das Coisas. Foi bom colocar as mãos nesse produto, e estou animado para ver o que nossos amigos no Firstbuild irão fazer com a plataforma enquanto ela evolui. Eu visualizo um mundo com eletrodomésticos que são controlados de forma muito diferente do que são hoje, e eu acredito que o Snappy poderia nos ajudar a chegar a esse ponto. ”

Panela Elétrica Crockwatch

Panela Elétrica Crockwatch

O Ubuntu Core “Snappy”, que é a menor e mais segura edição do Ubuntu, foi concebido não apenas para operações de nuvem e de contêineres, como o CoreOS e o Red Hat Enterprise Linux Atomic Host da Red Hat (RHELAH), mas também tem aplicação em  drones , robôs, switches de rede, estações base móveis, gateways industriais, eletrodomésticos e hubs domésticos da IoT.

O “Snappy é uma plataforma incrível para a nova geração de desenvolvedores de nuvem e de dispositivos”, disse Maarten Ectores, VP de IoT da Canonical, em uma declaração. “A combinação de uma plataforma aberta com uma loja de aplicativos que funciona em todos os dispositivos, a partir de pequenas placas de circuito embarcadas em switches e roteadores high-end, tem estimulado a criatividade nas comunidades de fabricante e empreendedores. A próxima fase é demonstrar como a Internet das coisas pode se tornar comercialmente viável – demos um passo importante para atingir esse objectivo aqui com a GE, Acer, Microsoft e DataArt “.

A primeira versão disponível do Ubuntu “Snappy” Core para Internet das Coisas já está disponível como parte do Ubuntu 15.04. Esta versão suporta arquiteturas de 64 bits baseados em Intel e ARM HF. Ela fornece uma plataforma comum para o desenvolvimento de dispositivos que suporta uma ampla gama de hardware de produção.

Fonte: ZDNet

 

Sobre Fábio dos Reis (1298 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*