Chromixium – Chrome OS + Ubuntu – Apresentação e Instalação

Chromixium OS - Instalação do sistema operacional

O Chromixium é um sistema operacional livre e de código aberto projetado para simular a aparência do Google Chrome OS, porém mantendo a flexibilidade e o poder do Linux Ubuntu. Características principais do Chromixium:
  • Funcionalidade do Chrome OS
  • Construído sobre o release 14.04 do Ubuntu Linux (LTS)
  • Atualizações de segurança automáticas
  • Incorpora tecnologias do projeto de código aberto Chromium
  • Desktop Openbox
  • Você pode usar aplicações desktop ou Web.
  • Repositórios de software do Linux Ubuntu
  • Você pode testar o sistema no modo Live, sem a necessidade de instalação
  • Pode ser instalado a partir de pendrive ou DVD
  • Pode ser instalado em uma grande variedade de computadores e notebooks
Essa versão do Chromixium utiliza o kernel 3.13.0-51.84 PAE, que possui suporte a até 64 GB de memória RAM, mesmo sendo um sistema de 32 bits. Requisitos mínimos para a instalação do sistema:
  • 512 MB de memória RAM (1 GB recomendado)
  • CPU de 1 GHz Intel / AMD com suporte a PAE
  • Pendrive de 1 GB ou DVD-R/RW
  • 4 GB de espaço em HD (8 GB recomendado)
  • Placa de vídeo com resolução mínima de 800x600
  • Acesso à Internet (com ou sem fio)
  • Hardware Intel é geralmente melhor suportado.
Website oficial: Chromixium OS http://chromixium.org/ Você pode baixar o Chromixium clicando aqui http://downloads.sourceforge.net/chromixium/Chromixium-1.0-i386.iso Vamos proceder à instalação. Após queimar o DVD ou criar o pendrive de inicialização, insira-o no PC e inicialize a máquina: Selecione a primeira opção, “Start Chromixium” e pressione Enter no teclado. Aguarde a tela de login aparecer. Digite a senha user para o usuário padrão user. Clique em Log in: Após a inicialização, clique no ícone Install Chromixium na parte inferior da tela para iniciar o instalador do sistema: Digite a senha user para prosseguir: Clique em I Agree para aceitar os Termos e Condições do Chromixium: Na próxima tela vamos selecionar o método de instalação. Os métodos disponíveis são:
  1. Automatic
  2. Manual
  3. Direct
  4. Legacy
Vamos selecionar o método mais simples, que é o 1. Automatic. Clique no botão correspondente para prosseguir: Seus discos serão detectados. Clique em Forward para prosseguir com o particionamento e formatação do disco selecionado. Clique em Yes para confirmar a operação de particionamento e formatação. Todos os dados no disco rígido serão perdidos: Confira como o disco foi particionado e formatado, e então clique em Forward: Na tela seguinte, preencha os dados do novo usuário do sistema, incluindo uma senha de acesso Também é possível criar uma senha para o usuário root, porém isso não é recomendável em sistemas Ubuntu. Vou deixar essa senha em branco. Clique em Next: Na próxima tela vamos atribuir o ponto de montagem raiz (/) à partição /dev/sda2. Para isso, selecione a partição, clique no menu Mount Point à direita da tela, e escolha a opção /. Selecione também o disco onde será instalado o carregador de inicialização GRUB (no caso, /dev/sda): Clique no botão Change Partition Settings para confirmar as alterações: E em seguida, clique em Next para prosseguir. Na tela seguinte, clique em Start para iniciar a instalação do sistema com as configurações definidas anteriormente: E aguarde enquanto o sistema é instalado:   Após o término da instalação, clique em OK para finalizar essa etapa da instalação: Aguarde enquanto o bootloader é configurado e as listas de pacotes são atualizadas: Vamos agora alterar o fuso horário, locale e layout do teclado. Clique em Yes na tela seguinte: Selecione sua área geográfica (a minha é America) e clique em Forward: E na sequência o fuso horário (o meu é São Paulo). Clique em Forward: Na tela seguinte, selecione a opção Select keymap from full list e clique em Forward: E então localize, na tela seguinte, o layout de seu teclado. O meu é pc / qwerty / Brazilian / Standard / Standard ABNT2. Clique então em Forward: E na tela seguinte, selecione o teclado adequado. O meu é Generic 105-key (Intl) PC. Clique em Forward. E na tela seguinte, o idioma do teclado. Clique em Forward:   Na tela seguinte temos mais algumas configurações de teclado. Vou selecionar apenas a opção Right Alt (AltGr) para identificar a tecla que terá a função de AltGr. Não usarei Compose key. Clique em Forward. Na tela seguinte, selecione seu idioma e país. Clique em Forward: Aguarde enquanto as informações são atualizadas: A instalação está, finalmente, completa. Reinice o computador para poder usar o novo sistema - mas não se esqueça de retirar o DVD do drive antes. Clique em Reboot: Aguarde enquanto o Chromixium é inicializado pela primeira vez: Digite a senha de seu usuário na tela de login e clique em Iniciar Sessão:   Sistema instalado com sucesso! Veja a tela do Chromixium: Agora é só explorar o sistema. Clique no menu App Launcher para ver os aplicativos disponíveis: No App Launcher, você pode clicar no botão  para alterar as configurações do sistema: Assista ao procedimento completo em um vídeo da Bóson Treinamentos: É isso aí! Nos próximos artigos aprenderemos a gerenciar e utilizar o Chromixium OS. Até mais!
Sobre Fábio dos Reis (1262 Artigos)
Fábio dos Reis trabalha com tecnologias variadas há mais de 25 anos, tendo atuado nos campos de Eletrônica, Telecomunicações, Programação de Computadores e Redes de Dados. É um entusiasta de Unix, Linux e Open Source em geral, adora Eletrônica e Música, e estuda idiomas, além de ministrar cursos e palestras sobre diversas tecnologias em São Paulo e outras cidades do Brasil.
Contato: Website

3 Comentários em Chromixium – Chrome OS + Ubuntu – Apresentação e Instalação

  1. é necessario um tutorial de como colocar o boot pelo pen drive no chromixium pois o site do desenvolvedor não consegue explicar uma maneira funcional de colocar a iso no pen drive pois presisa colocar uma programação na intalação se não o boot não inicializa automaticamente

  2. Luiz Claudio // 05/08/2015 em 19:02 // Responder

    Parabéns Fábio por esse tutorial.
    O Chromixium sem dúvida é uma excelente opção para micros antigos.
    Estou sempre acompanhando seus artigos.
    Abraços.

Escreva um comentário

Seu e-mail não será divulgado


*